Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Caso Adriano

Policial rodoviário que matou no trânsito continua preso no Garras

Investigações correm na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no Centro de Campo Grande

5 Jan2017Da redação18h19

Preso preventivamente na manhã desta quarta-feira, dia 5 de janeiro, policial rodoviário federal Ricardo Hyun Su Moon, 47 anos, que matou o empresário Adriano Correia Nascimento, 33, após uma briga de trânsito, segue detido em cela do Garras, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. Não há previsão de transferência dele para o sistema penal.

Hoje pela manhã, ele foi visitado pelo advogado Bento Duailibi, mas ainda não há confirmação se de fato, ele assumirá o caso. Vale mencionar que o Garras é apenas o local de custódia. As investigações correm na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no Centro de Campo Grande, onde o policial deverá ser levado para novo depoimento ainda nesta semana.

 

Veja Também