Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime

Policiais civis recuperam joias furtadas por diarista

Acusada trabalhava há 15 dias na residência e furto foi registrado por câmeras de segurança

22 Ago2019Da redação19h36

Policiais civis da Depac Centro registraram ocorrência de furto em uma casa no residencial Damha onde, na manhã de terça-feira (20), uma mulher que trabalha há quinze dias como diarista no local teria subtraído, de dentro da bolsa da vítima, um brinco e uma medalha ouro e revendido em comércio de compra e venda de ouro no centro de Campo Grande.

Ao notar o sumiço das joias, a vítima verificou as câmeras de monitoramento e conseguiu identificar o exato momento do furto. Foi possível verificar ainda que, logo após a ação, a autora saiu da residência.

Em seu relato na Delegacia, a vítima esclareceu que o local em que a bolsa se encontrava não era de acesso permitido da funcionária e que confrontou a mesma, que acabou confirmando o furto, sendo levada até a Delegacia. Lá ela informou o endereço da loja para a qual vendeu as peças, avaliadas em R$ 5 mil, de acordo com a vítima.

Ao chegaram ao local de venda, Investigadores do GOI - Grupo de Operações e Investigações da Polícia Civil foram atendidos pelo proprietário que confirmou que havia comprado da autora, porém que não sabia sua procedência. De imediato, ele entregou as joias e foi encaminhado para a Delegacia, onde devolveu os objetos, que foram posteriormente entregues para a vítima.

 

Veja Também