Menu
26 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Meio ambiente

PMA monitora cardumes nos rios Taquari e Aquidauana

Durante as operações foi realizada a prisão de três pescadores em dois dias

3 Ago2019Laureano Secundo12h04

Equipes da Polícia Militar Ambiental estão realizando operações de acompanhamento e vigilância de cardumes, especialmente nos rios Aquidauana e Taquari, onde vários cardumes de piavuçu, curimbatá e pacu estão formados e alguns pescadores estão praticando pesca onde eles estão. A operação continua, especialmente, no final de semana. O serviço de inteligência também está trabalhado, tanto para levantar informações de onde estão os cardumes, bem como para fazer levantamentos de possível pesca predatória.

A PMA tem priorizado a fiscalização nos rios monitorando e protegendo os cardumes. Assim que consegue informação de localização de onde estão formados, o Comando destina equipes para a proteção, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória.

Com esse tipo de trabalho, há racionalização de recursos, tendo em vista que equipes não precisam descer e subir rios, com auto custo financeiro e de recursos humanos, mantendo a fiscalização exatamente onde estão os peixes, impossibilidade a pesca predatória, ou que se esta ocorra, os infratores sejam presos com pouca quantidade de pescado.

O monitoramento e vigilância dos cardumes é fundamental, pois evita que pescadores também possam se utilizar de redes de pesca e tarrafas, petrechos proibidos com alto poder de captura, principalmente nas cachoeiras e corredeiras, pontos críticos onde podem dizimar um cardume rapidamente com esses tipos de petrechos. Os vídeos anexos demonstram como os cardumes ficam vulneráveis.

Conforme aproxima-se o período de piracema, a quantidade e tamanho dos cardumes vão aumentando e cada vez mais há a necessidade de Policiais em vigilância e monitoramento. Agosto e setembro são preocupantes e outubro é crítico, pois muitos cardumes estão formados e há grande quantidade de pescadores nos rios. A PMA realiza então a operação pré-piracema no mês de outubro, na qual, infelizmente várias pessoas têm sido presas.

No rio Aquidauana, cardumes de piavuçu estão sendo monitorados e três pescadores foram presos, sendo dois no dia 31 de julho e um ontem (1). Como os Policiais estão nos rios, os infratores foram presos com pouca quantidade de pescado e tiveram barcos, motores e petrechos de pesca apreendidos.

 

Veja Também