Menu
27 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Operação Danúbio Livre

Polícia busca por 8º corpo no Jardim Veraneio

Última ossada encontrada foi na manhã de hoje, 25, e identificada como Aline Farias da Silva, 22 anos

25 Nov2016Dayene Paz e Mariel Coelho17h54

A Polícia Civil procurou na tarde desta sexta-feira, pela oitava ossada na operação Danúbio Livre, comandada pela delegada Aline Sinot. Já foram localizados, enterrados na região, seis ossadas e um cadáver em estado de decomposição. As investigações continuam.

A última ossada encontrada foi na manhã de hoje, 25, e identificada como Aline Farias da Silva, 22 anos. Ela foi morta em março deste ano.

O acusado pelo crime é Luis Alves Martins, o “Nando” de 49 anos. Ele se define como um justiceiro. “Eu sou um justiceiro as sociedade”, afirmou na manhã de hoje em coletiva de imprensa.

A Operação Danúbio Livre já prendeu 13 pessoas, destas apenas cinco participavam do grupo de “justiceiros”que “livravam” o bairro de pessoas que praticavam pequenos furtos e eram usuárias de drogas. Nando, comandante do  esquema, participou de 13 homicídios, mas a morte de Daniel de Oliveira Barros 28, em Março de 2014 admitida por ele durante as investigações acabou levando a policia a elucidar toda essa serie de assassinatos. 

Os Justiceiros contavam com a participação de Ariane de Souza Gonçalves 19, Talita Regina de Souza 21, Jean Marlon Dias Domingues, Michel Henrique Vilela Viera 21, e Wagner Viera de Souza 24, juntos eles mataram e enterraram 12 corpos, normalmente agiam em duplas. Dentro do grupo Wagner estava marcado para morrer por Nando.

Veja Também