Campo Grande •22 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Da redação | Quinta, 14 de Setembro de 2017 - 13h00PMA prende e autua em R$ 9 mil turistas com 55 kg de pescado ilegalPescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262

(Foto: Divulgação)

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prenderam cinco pescadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou um veículo Chevrolet S10 ontem (13) à tarde, durante fiscalização no município, na rodovia que liga a cidade de Aquidauana à Universidade Estadual (UEMS) e, dentro de uma caixa isotérmica que estava no veículo, foram encontrados 52 kg de pescado, havendo vários exemplares de peixes, que os pescadores haviam capturado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida pela legislação.

Os pescadores, dois funcionários públicos e dois aposentados, respectivamente de 49, 53, 56 e 68 anos, residentes em Botucatu (SP) afirmaram ter capturado os peixes no rio Aquidauana. O pescado e o veículo foram apreendidos. Os pescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 2.040,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Outra equipe, do Grupamento da PMA do Taquarussu, na BR 262, no município de Anastácio, prendeu no mesmo horário ontem (14), um turista mineiro pelo mesmo motivo. O infrator, um produtor rural (34), residente em Gotardo (MG) estava em um ônibus com um grupo de turistas, que votava de uma pescaria no rio Miranda, na região do Passo da Lontra, e levava dois peixes da espécie pacu, pesando 3 kg, ambos abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado foi apreendido.

O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

PROXIMIDADE DO FECHAMENTO DA PESCA - No mês de setembro e outubro, próximos ao período de fechamento da pesca, o número de pescadores nos rios do Estado aumenta significativamente, em razão do início da formação de cardumes e, consequentemente, a maior facilidade de captura. Por essa razão, a PMA intensifica gradativamente a fiscalização preventiva nos rios, para evitar a pesca predatória e retirar petrechos ilegais armados, que possam depredar os cardumes, bem como em estradas do Estado, para reprimir, prendendo os que insistem em praticar a pesca predatória.

Veja Também
PF de MS divulga e-mail para receber denúncias
Ex-juiz é preso com 30 kg de cocaína
Duas mulheres foram presas com 37 tabletes de maconha em Dourados
Pecuarista é multado por desmatar matas ciliares de rio
Homem que matou ex-namorada a tesouradas vira réu
Estelionatários fizeram 25 mil vítimas no país
Aviões, fazendas são alvo de operação
PF apreende mais de R$ 1 milhão
Terça, 21 de Novembro de 2017 - 08h49Homem de 41 anos é morto a facadas por amigo após desentedimento Testemunhas relataram que discussão começou após Roberto Dias de Oliveira ter sido flagrado com a mulher do suspeito de homicídio
Homem foi executado com dois tiros e suspeita é de
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento