Menu
24 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Piracema

PMA multa seis goianos em R$ 7,1 mil e apreende 50 kg de pescado

Também foram apreendidos seis barcos e seis motores de popa

15 Fev2017Da redação20h00

Desde o dia 1º de fevereiro o Estado de Mato Grosso abriu a pesca nos rios de seu domínio. Como nos rios de divisa do Estado (rios da União) e em Mato Grosso do Sul, a pesca continua proibida até o dia 28 de fevereiro, o Comando da Polícia Militar Ambiental destinou equipes para prevenir a pesca predatória na região da divisa com o estado vizinho.

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Coxim realizava fiscalização preventiva no rio Piquiri no município de Corumbá e apreendeu ontem (15) à tarde, 50 kg de pescado ilegal. Seis turistas goianos contrataram uma lancha de turismo de pesca, a qual ficou atracada no rio Cuiabá, dentro do território do Estado de Mato Grosso, onde a pesca encontra-se permitida, porém, em embarcações pequenas, os pescadores praticavam pesca no rio Piquiri em Mato Grosso do Sul, onde a pesca está proibida.

Os seis pescadores, residente em Goiânia (GO) foram autuados por pescar no período proibido de piracema. Seis barcos, seis motores de popa, 50 kg de pescado e os materiais de pesca foram apreendidos. Todos os peixes apreendidos com os turistas estavam com ovas, o que significa que o período reprodutivo ainda não fora concluído.

Os infratores responderão por crime de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e multados em R$ 7.140,00 no total.

Veja Também