Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Crime Ambiental

PMA autua três empresas em R$ 20,6 mil e apreendem três caminhões com madeira ilegal

Ação foi feita em operação conjunta com o Grupamento Tático de Operações (GTO)

18 Set2016Da redação17h28

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica realizaram fiscalização em operação conjunta com o Grupamento Tático de Operações (GTO), iniciada no dia (15) e encerrada hoje (18) pela manhã, pela rodovia MS 306, principalmente no entroncamento com a rodovia BR 395 e apreenderam três veículos com cargas de madeira serrada transportadas ilegalmente.

Uma carreta bitrem e dois caminhões, que traziam a madeira da região Amazônica estavam com o Documento de Origem Florestal (DOF) irregular. No documento não constava o Estado de Mato Grosso do Sul como itinerário, o que é proibido e se caracteriza como crime. Essa exigência no documento ambiental de transporte serve para evitar que se retirem madeiras ilegais de outros locais com o mesmo documento.

Os veículos e as cargas de madeira pertencentes respectivamente a uma empresa do Estado do Mato Grosso (MT), do Estado de Rondônia (RO) e do Estado do Pará foram apreendidas. As empresas infratoras foram autuadas administrativamente e multadas respectivamente em R$ 11.769,00; R$ 4.500,00 e R$ 4.390,00, conforme a quantidade de madeira ilegal transportada. O material apreendido e os veículos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. Os responsáveis pelas empresas responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Veja Também