Campo Grande •29 de Abril de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Quarta, 15 de Fevereiro de 2017 - 12h42PMA autua fazendeiro em R$ 22,5 mil por desmatamento de mata ciliarInfrator foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada

(Foto: Divulgação)

Durante fiscalização ambiental em área rural do Distrito ontem (14) à tarde, Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, município de Bonito, localizaram em uma propriedade a supressão vegetal em matas ciliares de um curso d’água que corta a fazenda (Área de Preservação Permanente - APP) e a derrubada de 25 árvores da essência Aroeira (protegida por lei).

O proprietário da fazenda (61), residente em Campo Grande, alegou possuir autorização ambiental do órgão competente para supressão vegetal, porém, o desmatamento estava em desacordo com a licença obtida, por não permitir a derrubada de vegetação dentro da área protegida de mata ciliar. Quatro pontos da área de preservação permanente foram desmatados.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 22.500,00 no total. A PMA interditou as atividades e o autuado também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

O infrator foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada (PRADE), com prazo de 30 dias.

Veja Também
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento