Campo Grande • 02 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Larissa Mendes, especial para o Diário Digital | quinta, 13 de outubro de 2016 - 09h01PM é abordado por supostos policiais civisGrupo fez menção de uma suposta tentativa de roubo para a namorada do policial

Casa foi abordado primeiro quando estavam na praça no Papa.
Casa foi abordado primeiro quando estavam na praça no Papa. (Foto: Luciano Muta)

Na noite desta quarta-feira, 12, um policial militar e a namorada, sofreram uma suposta tentativa de roubo, após saírem da praça do Papa, na capital. A princípio, os três elementos se identificaram como policiais civis e diziam que estavam procurando bandidos. Porém perseguiu o casal, e chegou apontar uma arma para o policial. 

Conforme o registro da ocorrência, por volta das 23h30, o policial, que estava fardado devido ter acabado de sair do serviço, estava junto com a namorada, na avenida dos Crisântemos, em frente a praça. Momento em que um veículo VW Golf, de cor prata, com três homens no interior, se aproximou do casal e se identificaram como policiais. 

O rapaz do banco do passageiro relatou para o PM, que havia ocorrido um roubo na região com dois elementos em uma moto, após os relatos, o veículo saiu, tomando rumo ignorado. Em seguida, o casal foi embora, cada um em seu veículo.

Em uma semáforo na avenida Julio de Castilho, o veículo Golf, se aproximou do carro da mulher, fazendo menção a uma suposta tentativa de roubo. A fim de proteger a namorada, o policial saiu de seu veículo, se identificou como tal e sacou uma pistola em direção aos sujeitos. De pronto, o motorista, também sacou uma arma e se identificou como policial civil lotado da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos – Derf.

Por não saber se realmente se tratava de policiais civis, o PM optou por não atirar, momento que o suposto policial entrou no veículo e saiu em disparado na avenida.  A vítima, conseguiu anotar a placa do carro, que em checagem, foi verificado que havia uma pendência criminal, constatando como veículo está apreendido. 

O caso foi registrado como ameaça na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário – Depac do centro. 

Veja Também
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento