Menu
19 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner SEGOV - VALE UNIVERDADE
Dourados

PF mira corrupção em hospitais

Empresa foi contratada sem ter funcionários ou equipamentos

12 Fev2019Elaine Silva com PF07h30

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã  (12) a Operação Purificação, com o apoio do Ministério Público Federal. O objetivo é combater a corrupção em licitação para a aquisição de refeições a pacientes e funcionários de hospitais do município de Dourados.

A empresa 'Marmiquente' é alvo da operação. De acordo com informações repassadas pela Polícia Federal, durante a coletiva de impressa, o mandado de prisão foi contra o proprietário a empresa, Ronaldo Gonzales Menezes. A 'Marmiquente' foi contratada sem ao menos ter funcionários ou equipamentos, sendo que o contrato foi firmado no valor de R$ 1,8 milhões pelo período de um ano. O processo licitatório que resultou no início das investigações ocorreu em 2017, já na gestão da prefeita Délia Razuk (PR). De acordo os federais as investigações continuam.

32 policiais federais, cumpriram  cumprindo oito mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária. Os crimes investigados são estelionato qualificado, uso de documento falso, associação criminosa, associação criminosa. O esquema consistia em fraudes por meio de possível direcionamento na licitação e na execução do contrato com a administração, causando prejuízos ao erário público de milhares de reais.

Purificação - O nome da operação refere-se a depurar, expurgar, sanear, os processos licitatórios no âmbito da Administração Pública de Dourados/MS com verba federal.

Matéria atualizada ás 10:30 para acréscimo de informação

Veja Também