Campo Grande •22 de Maio de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Corrida de Outono patrocinadores

Da redação | Domingo, 1 de Janeiro de 2017 - 14h00Pescador profissional é preso por pesca e armazenamento durante a piracemaCom ele, policiais ambientais também encontraram um rifle ilegal

(Foto: Divulgação/PMA)

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande receberam denúncias, de que um pescador profissional estaria de forma contumaz praticando pesca durante a piracema. Uma equipe da PMA esteve na região conhecida como Nuara, no município de Dois Irmãos do Buriti, em uma propriedade rural localizada à margem do rio Aquidauana, onde o pescador praticaria a pesca ilegal e o prendeu por posse ilegal de arma e por armazenamento de pescado produto da pesca predatória.

Com o infrator, de 45 anos, foram encontrados em um frízer sete exemplares de peixes da espécie cachara e um de pintado, pesando ao todo 39 kg, sem origem ou declaração de estoque, sendo o exemplar de pintado abaixo da medida permitida pela legislação. Com o infrator também foi encontrado um rifle calibre 22, com 13 munições, sem documentação.

No momento da fiscalização, o infrator também utilizava uma motosserra sem Licença de Porte e Uso (LPU), o que se caracteriza como crime ambiental. A motosserra, o pescado, o frízer, a arma e munições foram apreendidas.

O pescador, residente em uma fazenda na região do Nuara, em Dois Irmãos do Buriti, recebeu voz de prisão e foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante e saiu depois de pagar fiança de R$ 1.000,00. Ele responderá por crime ambiental de pesca e armazenamento de produto da pesca predatória e por crime de posse ilegal de arma. A pena para cada um dos crimes é de um a três anos de detenção. Também responderá por crime de uso de motosserra ilegal, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.

O infrator também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.4730,00 pelo pescado ilegal e em R$ 1.000,00 pelo uso da motosserra. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

Veja Também
Casal é preso transportando 16,6 quilos de maconha em ônibus interestadual
Tucano ferido é capturado pela Polícia Militar Ambiental da Capital
Grupo é preso após furto em mercearia
Não há agentes suficientes para presídios, afirma Sinsap
PF apreende entorpecente em caixas de pizzas
Familiares procuram rapaz que desapareceu após sair para trabalhar
Fuga na máxima contava com 5 participantes
Temer reúne ministros e base aliada e pede que Congresso trabalhe normalmente
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 08h27Idosa é estuprada em Dourados Após crime, estuprador levou embora calcinha da mulher, dizendo que "seria mais uma para a coleção" dele
Perseguição acaba com assaltante batendo em poste
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento