Menu
30 de março de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Fronteira

Pais são suspeitos de espancar e queimar filhos com cirgarro

Crianças relataram aos policiais que eram agredidas com "espada de São Jorge" até sangrarem

25 Mar2020Da redação15h47

Pais de duas crianças de 9 e 10 anos foram denunciados por maus tratos, na tarde de terça-feira (24), em Sanga Puitã, distrito de Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai. Aos policiais militares do 4º Batalhão da PM, junto com uma equipe do Conselho Tutelar, as crianças relataram que os pais batiam neles com muita força, em alguns casos, com planta “espada de São Jorge”, até sangrar e os queimava com cigarros.

Nas costas do menino de 10 anos havia marcas que, segundo a polícia, foram causadas pelas agressões da mãe, uma mulher de 30 anos. A menina, tinha queimaduras no braço e outras cicatrizes pelo corpo. Ela disse às equipes que o pai, 30 anos, seria o responsável pelos hematomas.

A mãe das crianças afirmou que agrediu as crianças porque elas tiveram um mau desempenho na escola e, por isso, os repreendia duramente. Já o pai negou qualquer agressão.

O casal foi preso em flagrante e encaminhado para o 1º Distrito Policial em Ponta Porã. As crianças estão em um abrigo até determinação da justiça.

Veja Também