Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Homicídio simples

Padrasto mata enteado no Cristo Redentor

Autor fugiu de bicicleta e ainda não foi localizado

3 Set2017Elaine Silva - Especial para Diário Digital08h30

Após agredir a mãe Adriano Martins Moreira Primo, de 28 anos, foi morto a tiros pelo padrasto Anderson Fernandes Viera, de 43 anos. O caso aconteceu na madrugada de hoje (03), no bairro Cristo Redentor, em Campo Grande.

Adriano era usuário de drogas há muito tempo e sempre estava ameaçando e agredindo a mãe em busca de dinheiro. Ontem a mãe teria ido ao mercado e quando voltou foi encurralada pelo filho no quarto. Após conseguir se soltar ela se trancou durante um tempo no banheiro.  Ao sair do cômodo Adriano começou a atirar copos em sua direção pedindo por dinheiro, não dando alternativa se não fugir de dentro do imóvel.  

Anderson permaneceu na casa durante toda a confusão. A esposa estava indo para a casa do irmão quando foi abordada pelo autor, que estava de bicicleta e o mesmo teria dito “Eu fiz uma besteira” e saiu.

A mulher chamou pelo irmão e ligou para a filha. Na casa Adriano foi encontrado morto na cozinha pelo tio e cunhado. Nenhuma arma foi encontrada e o autor ainda não foi localizado. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da vila Piratininga e está sendo investigado.

 

Veja Também