Menu
15 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Operação

Operação prende 7 após morte de criança por overdose

Investigações começaram depois de menino de 11 anos ter overdose de cocaína em Guia Lopes da Laguna

17 Out2019Da redação17h00
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
  • Operação cumpriu mandados de prisão e apreensão em Guia Lopes da Laguna
  • (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
  • (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 A Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna realizou, na manhã desta quinta-feira (17), operação de combate ao tráfico de drogas, que resultou no cumprimento de oito mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão.

As investigações, comandadas pelo delegado Rodrigo Nunes Zanotta, iniciaram após a morte de uma criança de 11 anos por suspeita de overdose de cocaína no mês passado no município. Além das prisões preventivas, três alvos da operação foram presos em flagrante por tráfico de drogas.

A operação foi realizada pelos policiais civis de Guia Lopes com o apoio das delegacias de Jardim, Bonito, Nioaque, Bela Vista, bem como da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal. Cerca de 40 Policiais auxiliaram no cumprimento das diligências em mais de dez pontos da cidade.

Durante a ação foram apreendidas balanças de precisão e outros objetos usados para a venda dos entorpecentes. No total, os policiais localizaram 155 pedras de crack, duas trouxinhas de cocaína e um tablete de maconha.

Veja Também

Roubo Policial de folga fere homem que tentava roubar moto Caso aconteceu numa borracharia, no Jardim Colibri
Caminhoneiro mantem namorada em cárcere privado por 11 dias
Corpo de homem é encontrado dentro de caixa d'água
Caminhonete roubada em Santa Catarina é recuperada
Caminhoneiro é vitima de falso frete e perde veículo
Fios de alta tensão matam motorista
Bodoquena Homem é preso acusado de estuprar a filha da enteada De acordo com a menina os abusos ocorrem quando o padrasto faz visitas em seu quarto
Após acidente carro recheado de maconha é apreendido
Julgamento é adiado após MP propor acusação por latrocínio