Campo Grande •18 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da Redação, com informações Agência do Rádio | Sábado, 31 de Dezembro de 2016 - 12h19Operação Lava Jato estremeceu o Brasil em 2016Lava Jato ofereceu à Justiça Federal 20 denúncias por crimes como corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Foram três atos de devolução de recursos que juntos atingem à cifra de R$ 500 milhões
Foram três atos de devolução de recursos que juntos atingem à cifra de R$ 500 milhões (Foto: Divulgação)

O ano foi caótico para a política do nosso país, o ex presidente Lula está sendo investigado, ex-ministros presos, políticos delatados, empresários encurralados. Definitivamente a lava Jato, abalou o sistema político e a república, em 2016.

Fase após fase, a operação que já teve 14 fazes concluídas neste ano, já soma ao total 37 fases, que foi desmantelando um esquema fraudulento daqueles que deveriam dar o exemplo para os eleitores. O ano que teve a prisão preventiva de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados e um dos políticos mais poderosos do Brasil.

No dia 10 de novembro a Lava Jato volta às ruas, agora com mais uma fase, a 36ª, denominada de Dragão. Os alvos foram os operadores financeiros Rodrigo Tacla Duran e Adir Assad. De acordo com as investigações, entre 2011 e 2013, as empreiteiras Odebrecht, UTC e Mendes Júnior repassaram 52 milhões de reais em propina a empresas offshore de Tacla Duran. O operador, então, teria de distribuir o valor a beneficiários finais no exterior. Adir Assad também teria feito depósitos às empresas de Rodrigo Tacla Duran.

Dia 17 de novembro de 2016, a Lava Jato derruba mais um poderoso nome da política nacional. O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi preso pela Polícia Federal durante as ações da 37ª fase da operação, batizada de Calicute. Uma referência à cidade indiana onde o navegador português Pedro Álvares Cabral enfrentou uma grande tormenta.

De acordo com o Ministério Público Federal, em 2016, por conta das investigações da Lava Jato foi realizada a maior devolução de recursos já feita pela justiça criminal brasileira para uma vítima.

No mês de novembro, foram devolvidos R$ 204.281.741,92 aos cofres da Petrobras. Para levantar a quantia foram realizados 21 acordos, sendo 18 de colaboração premiada com pessoas físicas e três acordos de leniência com pessoas jurídicas. Ao todo, foram três atos de devolução de recursos que juntos atingem à cifra de R$ 500 milhões.

Ao todo, neste ano, a Lava Jato ofereceu à Justiça Federal 20 denúncias por crimes como corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Até o momento, em três anos de operação, a Lava Jato já soma 37 fases, seis prisões em flagrante, 103 mandados de prisão temporária, 79 mandados de prisão preventiva, 730 de busca e apreensão, 197 mandados de condução coercitiva e 120 pedidos de cooperação internacional. Ao todo, são 56 denúncias e 259 acusados.

Veja Também
Amante apanha após marido confessar traição à esposa
Duas pessoas são presas com carro cheio de drogas na BR-267
Carro de jovens é localizado sem vestígios no Paraguai
Homem é preso tentando entrar com drogas em Estabelecimento Penal
Em vídeo, morto no Los Angeles pede desculpa ao PCC
Polícia de SC apreende 440kg de maconha em veículo que saiu de MS
Filho de empresário é sequestrado em Ponta Porã
Reconstituição do caso Kauan mobiliza 30 policiais
Motoqueiro e carreta se envolvem em acidente
Uno tem capô arrancado e 3 ficam feridos em Dourados
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento