Campo Grande • 11 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | domingo, 23 de outubro de 2016 - 08h33Oito veículos foram apreendidos por poluição sonoraProprietários foram multados em R$ 5 mil

Veículos foram apreendidos durante uma festa, em uma chácara na capital.
Veículos foram apreendidos durante uma festa, em uma chácara na capital. (Foto: PM divulgação)

Durante a operação “Perturbação do Sossego Alheio IV”  de combate e prevenção à poluição sonora e outras perturbações da ordem, na Capital, ocorrida na noite de ontem e madrugada de hoje (22), que envolveu, além de várias Unidades da Polícia Militar, do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) e do Comando de Policiamento Especializado (CPE), diversos outros órgãos, tais como: Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, SEMADUR, Agetran, Vigilância Sanitária, os quais fiscalizaram bares, boates, conveniências e veículos, oito infratores foram autuados por poluição sonora.

Pela madrugada de ontem (22), os Policiais Militares foram a uma chácara localizada no bairro Jardim Santa Emília, onde estaria havendo um campeonato de som veicular ilegalmente. Os Foi medida com um decibelímetro a pressão de som emitida pela aparelhagem instalada em veículos, que perfez 88,4 decibéis, em local onde a legislação permite apenas 45 decibéis.

Oito veículos com as respectivas aparelhagens foram apreendidos. Os proprietários, todos residentes em Campo Grande, foram autuados administrativamente e multados pela PMA em R$ 5.000,00 cada um, perfazendo R$ 40.000,00. Eles foram conduzidos, juntamente com os veículos e as aparelhagens apreendidas, à delegacia de Polícia Civil de Pronto Atendimento (DEPAC) e responderão por crime ambiental. Os autuados poderão pegar pena de um a quatro anos de reclusão. Além disso, poderão perder as aparelhagens, que passam a ser material de crime.

A ordem do Comando da Polícia Militar de realizar operações relativas à poluição sonora é devida a essas ocorrências de perturbação do sossego, que constituem grande parte das ocorrências que chegam pelo número 190, tomarem muito tempo das viaturas operacionais dos batalhões, prejudicando o trabalho preventivo e atuações contra outros crimes. Como as penalidades ambientais, por poluição são mais restritivas, do que a contravenção penal de perturbação do sossego, essas autuações tendem a dissuadir os elementos de cometerem tais práticas.

As operações continuarão até que diminuam as ocorrências e a Polícia Militar possa dedicar-se aos trabalhos preventivos e repressivos a crimes de outras naturezas.

Veja Também
Brasileiros pedem
Menor é apreendido com 28 papelotes de pasta base
Foragido da Justiça brasileira é entregue pela polícia paraguaia
sábado, 10 de dezembro de 2016 - 17h50Bandidos invadem empresa no DID e fogem levando pagamento de funcionários Dinheiro seria utilizado para o pagamento de funcionários da empresa
Interno é flagrado com cocaína dentro da botina
Menor é detida embarcando para o MT com identidade falsa e mala cheia de maconha
Miss e namorado são presos por tráfico de drogas no interior de SP
Após motim, governo promete polícia em presídio
Aborto: polícia aguarda laudo sobre morte de jovem
Jovens furtam caminhão de cerveja
Igreja Imaculado Coração de Maria
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento