Campo Grande •23 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Valdelice Bonifácio e Mariel Coelho, especial para o Diário Digital | Sexta, 28 de Julho de 2017 - 17h49Número de supostas vítimas de abuso chega a noveHomem suspeito de matar o menino Kauan Andrade, de 9 anos, segue preso

  
Deivid Almeida Lopes, 38 anos, prestou novos depoimentos nesta sexta-feira (Foto: Marco Miatelo)
  • Deivid Almeida Lopes, 38 anos, prestou novos depoimentos nesta sexta-feira
  • Delegado Paulo Sérgio Lauretto: “não desistimos de encontrar o corpo” (Foto: Marco Miatelo)
  • Menino Kauan desapareceu em 25 de junho e corpo está sendo procurado em buscas feitas pela Polícia Civil e Bombeiros (Foto: Reprodução/Facebook)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) está investigando se Deivid Almeida Lopes, 38 anos, suspeito de estuprar e matar o menino Kauan Andrade Soares dos Santos, 9 anos, abusou de mais crianças em Campo Grande. O delegado Paulo Sérgio Lauretto informou que foram identificadas nove possíveis vítimas.

Na tarde desta sexta-feira, 28 de julho, o trabalho policial movimentou a delegacia. Havia crianças no local, algumas com uniformes de escola. A mãe do menino Kauan, Janete dos Santos, também esteve na delegacia pela manhã. O corpo do garoto ainda não foi encontrado apesar das várias buscas realizadas às margens do Rio Anhanduí.

O delegado afirma que a polícia não desistiu de encontrar o corpo da vítima e que buscas continuam sendo desenvolvidas. “As buscas são suspensas em determinados lugares. Nós não desistimos do corpo”, afirmou o delegado durante entrevista à imprensa na tarde desta sexta-feira.

O delegado informou que poderia repassar mais detalhes para não atrapalhar as investigações.

Caso Kauan – O menino Kauan desapareceu no dia 25 de junho. Porém, somente em 22 de julho é que veio à tona a possibilidade de crime. Isso porque um adolescente apreendido no decorrer das investigações admitiu ter presenciado o estupro e morte de Kauan e que o autor seria Deivid Almeida.

Após a morte, o corpo da criança teria sido atirado no Rio Anhanduí, daí as buscas realizadas pela polícia. Com a prisão de Deivid, outros casos de abuso começaram a surgir. Por enquanto, as crianças que afirmam terem sido abusadas são tratadas como possíveis vítimas já que as investigações ainda estão em andamento. Deivid segue preso.

Veja Também
Estelionatários agiam em bairros e Centro da Capital
Identificadas vítimas de acidente fatal na MS-386
Estudante que atirou em Goiânia aguarda transferência
Começa hoje o combate ao aedes aegypti
Ciclista de 38 anos morre depois de ser atropelado por caminhão
PRF apreende caminhão com pistolas e maconha
Segunda, 23 de Outubro de 2017 - 10h13Motorista morre após tombar caminhão carregado de madeira na BR-158 Um amigo, que seguia logo atrás e presenciou acidente, acredita que Sílvio tenha perdido o controle da direção
Usuário “denuncia” e PM fecha boca de fumo em Dourados
Duas pessoas morrem após colisão de veículos
Homem é executado com seis tiros em Dourados
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento