Campo Grande •19 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
ALMS - Gestão para Pessoas

Valdelice Bonifácio e Mariel Coelho, especial para o Diário Digital | Segunda, 13 de Fevereiro de 2017 - 17h35Mulheres tinham esquema para levar drogas aos presosTraficantes admitiram o crime e alegaram necessidade de sustentar os filhos

  
Rafaele Kristine Vogle de 31 anos, e Suelen Ortiz de Oliveira, 24, presas em flagrante por tráfico de drogas (Foto: Marco Miatelo)
  • Rafaele Kristine Vogle de 31 anos, e Suelen Ortiz de Oliveira, 24, presas em flagrante por tráfico de drogas
  • Drogas foram apreendidas nas casas das traficantes (Foto: Marco Miatelo)
  • Conforme o delegado João Paulo Sartori, da Denar (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Duas mulheres foram presas após a polícia descobrir um esquema para levar drogas aos presidiários do Complexo Penal de Campo Grande. Suelen Ortiz de Oliveira, 24 anos, e Rafaele Kristine Vogle, 31 anos, burlavam a fiscalização nas unidades penais para fazer os entorpecentes chegarem aos detentos.

Elas foram apresentadas na tarde desta segunda-feira, 13 de fevereiro, pela Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar). Ambas admitiram o crime e alegaram participar do esquema para sustentar os filhos.

As duas são vizinhas e casadas com presidiários do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho. Suelen e Rafaele alugavam um quarto extra na vila de casas onde moram no Jardim Noroeste, nas proximidades do presídio, e lá preparavam outras mulheres para entrarem com drogas no complexo penal.

A dupla foi presa na manhã de domingo, 12 de fevereiro, após a polícia receber denúncia anônima segundo a qual as mulheres tentariam entrar com drogas no estabelecimento penal. Suelen foi presa em casa. Com ela, havia 400 gramas de cocaína.  

Após prisão em flagrante, a mulher delatou a participação da vizinha. Na casa de Rafaele, conforme o delegado João Paulo Sartori, da Denar, foram encontrados 1,5 kg de maconha e 300 gramas de cocaína.

Sustento dos filhos --  Durante a entrevista à imprensa, a Suelen disse que entrou no esquema para sustentar para sustentar os filhos. Ela afirma ter sido contratada para embalar as drogas. A mulher tem um filho de dois meses e outros três mais velhos, sendo que perdeu a guarda de um deles para a Justiça.

Rafaela tem três filhos, sendo um deles de cinco meses, e reclamou de preconceito. “Ninguém dá emprego para mulher de detento. Existe essa discriminação, por isso entrei no esquema”, argumentou.

Suelen e Rafaele já têm passagens anteriores por tráfico de drogas, tendo sido presas pela primeira vez no interior do Estado, a primeira em Coronel Sapucaia e a segunda em Bataguassu.

Veja Também
Terça, 19 de Setembro de 2017 - 07h19Garaparia é furtada em frente a Santa Casa Autores levaram somente produtos do estabelecimento
Touro escapa e causa tumulto em avenida da Capital
Ladrões que colidiram moto ao fugir da PM passam por cirurgia
Homem é morto com tiro na cabeça no interior de MS
Mãe encontra filho morto dentro de casa na Capital
Segunda, 18 de Setembro de 2017 - 12h28Dupla invade casa e mata jovem de 23 anos com sete tiros no rosto José Fernando não tinha passagens pela polícia e segundo conhecidos ele trabalhava em uma usina
Segunda, 18 de Setembro de 2017 - 11h18Paulista é preso e diz que ganharia R$ 100 por kg de maconha transportado Ele tentava levar 37 quilos de maconha até São Paulo (SP)
Segunda, 18 de Setembro de 2017 - 11h00Criança cai durante brincadeira em sofá e sofre entorse no joelho Pai da criança informou que o garoto caiu quando pulava de um sofá para o outro
Primeiro caso de feminicídio registrado em MS é julgado hoje
Em fuga, dupla colide com viatura da PM
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento