Menu
28 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Três Lagoas

Acusada de matar pintor responde a 7 processos criminais

Autora foi encaminhada para o presídio de Três Lagoas

13 Fev2018Da redação12h43

Danielly Vicente Azambuja, 26 anos, é acusada de matar com golpes de canivete o pintor de paredes Gilberto Carvalho da Silva, de 41 anos. O homicídio ocorreu nesta segunda-feira (12), no bairro Alto da Boa Vista, em Três Lagoas. Ambos possui extensa ficha criminal.

De acordo com o site JPNews, dados públicos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul revelam que ela foi indiciada em sete inquéritos policiais, entre 2011 e o ano passado - a maioria por tráfico de drogas - e que ficou presa em 2016. Um dos casos é de falso testemunho.

Apesar do indiciamento, Danielly respondia aos processos em liberdade desde que foi beneficiada por uma decisão judicial, em 2017, para deixar o presídio feminino. Ela havia sido flagrada com maconha e quebrado objetos da unidade prisional ao ser conduzida a uma cela por agentes.

Todas as denúncias contra ela foram recebidas pela Justiça e ao menos duas estão em fase de recurso. A reportagem não conseguiu contato com advogados e defensores públicos nomeados para acompanhamento de processos.  Danielly foi levada ao presídio feminino de Três Lagoas após prestar depoimento à Polícia Civil sobre a morte de Gilberto.

 

Veja Também