Campo Grande •14 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo do estado - Campanha Transparência Governo

Mariel Coelho, em especial para o Diário Digital. | Sexta, 14 de Julho de 2017 - 16h00Jovem é atacada a pauladas em ponto de ônibusVítima foi agredida por desconhecido e faz alerta às mulheres da região do Coophavila

Vítima de 23 anos foi atacada em ponto de ônibus e ficou com ferimentos nas pernas
Vítima de 23 anos foi atacada em ponto de ônibus e ficou com ferimentos nas pernas (Foto: Divulgação)

Uma jovem de 23 anos passou por um susto na manhã desta quinta-feira, dia 13 de julho, quando estava esperando o ônibus para ir trabalhar, no Bairro Coophavila II, em Campo Grande. A vítima foi agredida por um homem desconhecido com um pedaço de madeira. Ela ficou com hematomas nas pernas.

A vítima que preferiu não se identificar esperava o ônibus em frente ao Clube 5 de Maio, no Bairro Coophavila II, como faz todos os dias. Quando ela chegou, já estava no local um homem bem vestido. Ele usava calça Jens, tênis e uma camisa.

Segundo relato da jovem, após uma pessoa pedir informações no ponto de ônibus, o homem começou a agredi-la com um pedaço de madeira. “Eu estava no ponto de ônibus esperando, e esse pedaço de madeira estava perto de mim, ele veio pegou a madeira e ficou com ela na mão”, lembrou.

Ela reitera que o agressor aparentemente não levantava suspeitas. “Outra pessoa que passava pelo local me pediu uma informação eu forneci, e logo que o rapaz saiu ele gritou comigo. Eu não entendi muito bem o que ele disse, em seguida começou a me agredir. Ele bateu com o pedaço de madeira na minha perna esquerda”, contou a jovem.

Após a agressão, a jovem saiu correndo pela avenida. Algumas pessoas param para ver o que estava acontecendo. Muito nervosa, a vítima sequer conseguia falar direito. Algumas pessoas correram atrás do agressor, mas a vítima não sabe se conseguiram pegá-lo. Um casal que passava pelo local de carro parou e a levou para o serviço.

A jovem conta que o agressor era moreno, alto aparentemente 1,70 m, cabelo de corte baixo, vestia calça Jens, camisa e usava tênis e tinha aproximadamente uns 35 anos. A jovem ainda ressaltou que sua irmã quando voltava para casa no mesmo dia relatou que um homem estava a seguindo e parou perto de algumas pessoas. 

“Minha irmã também passou por um susto ontem. Ela contou que um homem a estava seguindo. Então ela parou perto de um casal e contou o que havia acontecido comigo e ficou perto deles até o cara sumir. Eu faço um alerta para as mulheres que moram na região do Coophavila II, Tarumã, Penfigo, que tomem cuidado. Eu nunca pensei que nunca aconteceria comigo”, concluiu a jovem.

A vítima não registrou boletim de ocorrência.

Veja Também
Quadro de saúde de vítima de tentativa de feminicídio continua sem alterações
Adolescente atingida em tiroteio está na área amarela da Santa Casa
Homem acorda com porta de casa pegando fogo na Capital
Suspeito de participar da morte de ex-presidente da OAB é preso
Policiais dizem que liberaram jovens após vistoria
Identificado homem executado a tiros no Portal Caiobá
Ex-presidente da OAB é encontrado morto
Homem é executado a tiros no Portal Caiobá
Sucuri é capturada pelos bombeiros na avenida Rio Branco
Quatro são presos por furto e porte ilegal de arma
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento