Campo Grande •23 de Maio de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital | Segunda, 3 de Outubro de 2016 - 17h53Acusada de golpes fica em silencio durante depoimentoMárcia e o seu comparsa enganaram ao menos nove pessoas em três meses

Márcia deixa delegacia acompanhada do advogado; ela preferiu ficar em silêncio e só falar em juízo
Márcia deixa delegacia acompanhada do advogado; ela preferiu ficar em silêncio e só falar em juízo (Foto: Roberto Okamura)

Márcia Machado Nascimento dos Santos, de 43 anos se apresentou na tarde desta segunda-feira, dia 3, na Delegacia Especializada em Repressão a Crimes de Defraudações e Falsificações (Dedfaz), em Campo Grande. Ela é suspeita de vender lotes com documentos falsos na região do Bairro Nova Lima. Ao menos nove pessoas caíram no golpe.

O delegado Maércio Alves Barboza, disse que, durante o depoimento, a mulher preferiu ficar em silêncio, e só falar em juízo.  A prisão preventiva de Márcia foi decretada há duas semanas, mas ela não foi detida na tarde de hoje devido à legislação eleitoral que proíbe prisões nas 48 horas posteriores à votação.

Com isso, ela se apresentou ao delegado e, na sequencia, deixou o local acompanhada do advogado. Márcia e seu cúmplice, que não teve o nome divulgado para não atrapalhar as investigações, venderam cerca de 18 terrenos no Bairro Nova Lima, durante três meses. Ao menos nove pessoas caíram na fraude e compraram dos golpistas terrenos que pertenciam a outras pessoas.

Márcia e seu cúmplice estudavam os possíveis clientes, e vendiam os lotes com documentos falsos. O casal lucrou cerca de R$ 700 mil reais, segundo a Polícia Civil.

Veja Também
Casal é preso transportando 16,6 quilos de maconha em ônibus interestadual
Tucano ferido é capturado pela Polícia Militar Ambiental da Capital
Grupo é preso após furto em mercearia
Não há agentes suficientes para presídios, afirma Sinsap
PF apreende entorpecente em caixas de pizzas
Familiares procuram rapaz que desapareceu após sair para trabalhar
Fuga na máxima contava com 5 participantes
Temer reúne ministros e base aliada e pede que Congresso trabalhe normalmente
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 08h27Idosa é estuprada em Dourados Após crime, estuprador levou embora calcinha da mulher, dizendo que "seria mais uma para a coleção" dele
Perseguição acaba com assaltante batendo em poste
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento