Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Execução

Motorista de aplicativo da Capital é morto com 15 tiros na fronteira

Vestígios no corpo da vítima apontam que o rapaz de 22 anos pode ter sido vítima de tortura

14 Out2019Da redação18h00

O motorista de aplicativo Matheus Pereira Santana, 22 anos, foi encontrado morto na cidade de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com o município sul-mato-grossense de Ponta Porã. Matheus era morador do bairro Pioneiros, na Capital, e teria sido contratado para fazer uma corrida particular até o Paraguai.

O corpo de Matheus Pereira foi encontrado na noite de sexta-feira no bairro Callejon Genes e só foi identificado neste domingo (13). Os pais de Matheus estiveram no IML (Instituto de Medicina e Odontologia) e reconheceram o corpo, que foi liberado e encaminhado para Campo Grande.

Informações de testemunhas são de que o homem que teria contratado a corrida estaria fugindo de traficantes, mas a informação não foi confirmada até o momento.

Crime -  Os suspeitos estariam em um veículo de cor branca e teriam executado a vítima com 15 tiros de pistola calibre 9mm. A vítima tinha tatuado em seu braço, que estava quebrado, o nome “Maria Alice” e pode ter sido torturado antes ao assassinato. Evidências apontaram que a vítima teria tentado fugir, mas acabou alcançado e morto no portão de uma empresa de extração de pedras.

O caso foi atendido pela Polícia Nacional do Paraguai.

 

(Com informações/Porã News)

Veja Também

Pedreiro diz que agiu sozinho em assassinato de comerciante
Mãe é suspeita de estuprar filha de 6 anos
Barulho de rádio-comunicador entrega traficante durante abordagem da PRF
Delegado acusado de furtar cocaína volta para prisão
Suspeito de matar idoso é preso dois anos após o crime
Polícia Civil reconstitui duplo homicídio
Homem tenta matar esposa em Costa Rica
Junho começa com redução de flagrantes
Caminhão pega fogo na MS-276
Mapa mostra que 77% dos feminicídios acontecem dentro de casa