Menu
26 de maio de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime bárbaro

Por ciúmes matou o filho afogado

Ouvindo conselho de amigo resolveu se vingar da ex-mulher

20 Set2019Thays Schneider07h15

Por não aceitar o fim do relacionamento com a ex-mulher, pai acaba matando afogado o próprio filho de dois anos em Campo Grande. Evaldo Cristyan Dias Zenteno, 21 anos, disse no momento em que foi preso “que queria fazer ex-mulher sofrer” e que a mãe da criança  o teria traído .

De acordo com os policiais do Batalhão do Choque da Policia Militar que atenderam a ocorrência, o suspeito disse na primeira versão que foi vítima de um assalto e os bandidos teriam levado a criança e jogado em córrego na Avenida Ernesto Geisel.

Os policiais desconfiaram da história contada pelo pai e o mesmo entrou em contradição várias vezes. Questionado Evaldo acabou confessando que matou o garotinho de dois anos afogado.

“Eu queria fazer a mãe dele sofrer, contei o que aconteceu para um amigo ele disse para matar meu filho”, afirma o pai. A criança teve a cabeça colocada em uma bacia de água até a morte, depois o pai juntamente com o amigo levou a criança até a Santa Casa. Foi a equipe dos hospital que chamou a polícia após desconfiar da morte da criança. Evaldo foi preso e encaminhado para Delegacia de Pronto Atendimento do Centro onde confessou que matou sozinho e na sua casa, segundo ele não teve ajuda de ninguém.

Veja Também

Esposa de pedreiro assassino volta para prisão
PRF apreende mais de 600 quilos de maconha em carga de abacaxi
Polícia procura imagens de suspeito de homicídio
Bope apreende entorpecentes avaliados em R$ 745 mil
Redução de crimes como roubos e furtos durante isolamento social
Morte a esclarecer Homem é encontrado morto no Indubrasil Vítima tinha perfurações na região do tórax
Homem morto com tiro no peito tinha dívida com acusado
Veículo com maconha capotado em rodovia é localizado pelo DOF
PRF apreende mais de 40 quilos de supermaconha
Adolescente é apreendido pela PM após furtar van e atolar