Menu
19 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime bárbaro

Por ciúmes matou o filho afogado

Ouvindo conselho de amigo resolveu se vingar da ex-mulher

20 Set2019Thays Schneider07h15

Por não aceitar o fim do relacionamento com a ex-mulher, pai acaba matando afogado o próprio filho de dois anos em Campo Grande. Evaldo Cristyan Dias Zenteno, 21 anos, disse no momento em que foi preso “que queria fazer ex-mulher sofrer” e que a mãe da criança  o teria traído .

De acordo com os policiais do Batalhão do Choque da Policia Militar que atenderam a ocorrência, o suspeito disse na primeira versão que foi vítima de um assalto e os bandidos teriam levado a criança e jogado em córrego na Avenida Ernesto Geisel.

Os policiais desconfiaram da história contada pelo pai e o mesmo entrou em contradição várias vezes. Questionado Evaldo acabou confessando que matou o garotinho de dois anos afogado.

“Eu queria fazer a mãe dele sofrer, contei o que aconteceu para um amigo ele disse para matar meu filho”, afirma o pai. A criança teve a cabeça colocada em uma bacia de água até a morte, depois o pai juntamente com o amigo levou a criança até a Santa Casa. Foi a equipe dos hospital que chamou a polícia após desconfiar da morte da criança. Evaldo foi preso e encaminhado para Delegacia de Pronto Atendimento do Centro onde confessou que matou sozinho e na sua casa, segundo ele não teve ajuda de ninguém.

Veja Também