Menu
17 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
II Congresso de Empresas Familiares
Depredação

Mais um ponto eletrônico é danificado em unidade de saúde

Aparelho foi recolhido para perícia nesta manhã; um B.O será registrado

9 Ago2018Luany Mônaco - Especial para o Diário Digital16h32
Equipamento foi retirado o local na manhã desta quinta-feira (09) (Foto: Reprodução)
  • Equipamento serve para marcar horário de entrada e saída dos servidores
  • Equipamento foi retirado o local na manhã desta quinta-feira (09) (Foto: Reprodução)
  • Líquido semelhante à cola foi borrifado (Foto: Reprodução)
  • O leitor biométrico mostrado na imagem foi riscado com algum tipo de objeto pontiagudo (Foto: Reprodução)

Mais um ponto eletrônico instalado em unidades de saúde de Campo Grande foi danificado. Desta vez foi o aparelho da UPA Coronel Antonino que sofreu danos. O leitor biométrico foi riscado com um objeto pontiagudo, além de um produto semelhante à cola ser borrifado na parte externa do equipamento. O caso aconteceu na quarta-feira (08), apenas um dia depois de perícia feita nas unidades onde o ponto já foi instalado.

O ponto eletrônico danificado no Coronel Antonino foi recolhido na manhã desta quinta-feira (09) para ser periciado, o aparelho também será avaliado para verificar se sua funcionalidade foi comprometida.

Assim como no caso ocorrido no Centro de Especialidade Médicas (CEM), um boletim de ocorrências será registrado na Polícia Civil, e um procedimento administrativo interno também será realizado para que a situação seja apurada e os responsáveis punidos nas esferas cível e criminal, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (SESAU).

Em nota a SESAU "lamenta e repudia tal fato reforçando que todo e qualquer dano ao patrimônio público é crime e lesa não somente a administração pública, mas toda a população, uma vez que o recurso utilizado na aquisição destes equipamentos é fruto dos impostos e contribuição de todos os munícipes".

Os pontos eletrônicos começaram a ser instalados no mês de março, mas apenas na última quarta-feira (01) iniciaram o funcionamento. Na sexta-feira (03) o ponto eletrônico do Centro de Especialidades Médicas (CEM) também foi sabotado com cola.

Veja Também