Menu
18 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Ponta Porã

Mãe de jovem desaparecido após abordagem do DOF é presa

Alegação é de que ela responde a processo desde 2011 e já deveria estar presa

22 Ago2017Da redação, com TV MS Record13h30

A comerciante Rosimeire Rosa da Silva Ortiz, mãe do jovem Ediney Bruno Ortiz Amorim, de 20 anos, e madrasta de Rodney Campos dos Santos, 27, que desapareceram após uma abordagem de policiais do Departamento de Operações da Fronteira (DOF) foi presa na manhã desta terça-feira, 22 de agosto, em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai. O mandato de prisão foi expedido pelo juiz de Direito da 2ª Vara de Maracaju, Raul Ignatius Nogueira.

Conforme o mandado de prisão, Rosimeire responde um processo iniciado em 2011 e é acusada de manter uma casa de prostituição. Ela foi presa em casa na Rua Cândido Garcia de Souza, no Jardim Vitória e levada para a 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã. A mulher não teria sido presa anteriormente por não ter sido encontrada. O mandado foi cumprido pela Polícia Militar.

Os irmãos Edney e Rodney desapareceram no dia 12 de agosto, após abordagem do DOF próximo à divisa com a cidade de Antônio João. Imagens de vídeo mostraram a abordagem e os jovens sendo conduzidos pelos agentes do DOF. Um deles colocado na viatura e outro sendo levado no próprio carro.

A última pista dos rapazes foi a localização do veículo deles na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero a 100 metros da linha divisória da cidade de Ponta Porã. No veículo, havia um boné e um par de tênis que a família reconheceu como sendo dos rapazes.

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) determinou investigação rigorosa do caso. Como se trata de desaparecimento, a Delegacia Especializada de Homicídios (DEH) está no caso. Enquanto isso, a família faz buscas por conta própria na fronteira.

Veja Também