Campo Grande •22 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Dayene Paz | Quinta, 14 de Setembro de 2017 - 11h21Justiça nega progressão de regime para padrasto acusado de esquartejar enteadoEle cumpriu dois quintos da pena e teve bom comportamento, mas não foi aprovado no exame criminológico

(Foto: Arquivo)

A Justiça negou o pedido de progressão de regime de José Aparecido Bispo da Silva, acusado de mandar matar o enteado Luiz Eduardo Martins Gonçalves, o Dudu, de apenas 10 anos de idade. O crime aconteceu no ano de 2007.

De acordo com a decisão, José passou em dois requisitos para progredir na pena, mas o juiz não acolheu o resultado do exame criminológico. De acordo com a decisão, ele cumpriu dois quintos da pena, e teve bom comportamento, mas não foi aprovado no exame, que é um tipo de exame psicológico no qual o interno passa.

Ainda, o magistrado determinou a realização de tratamento na unidade prisional, bem como a realização de novo exame criminológico, daqui seis meses, para apurar se houve alguma modificação e, por consequência, avaliar novamente a possibilidade de progressão de regime de cumprimento de pena.

O caso – José Aparecido foi preso pela morte de Luiz Eduardo. O crime aconteceu no dia 22 de dezembro de 2007, no bairro Aero Rancho. Ele brincava quando foi pego pelo vizinho Holly Lee e três adolescentes. A criança foi agredida por eles e depois levada para a casa de José, seu ex-padrasto, que continuou com a violência. Depois de levado para um terreno, ele foi espancado até a morte e enterrado. Depois, José e Holly voltaram ao local, desenterraram o corpo, cortaram em pedaços e enterraram novamente.

Uma vizinha, amiga da mãe de Dudu, teria visto o espancamento, mas nada falou sobre o caso, que demorou um ano para ser esclarecido pela polícia. O crime teria sido cometido por vingança, porque José não aceitava o fim do relacionamento com a mãe de Dudu.

Veja Também
PF de MS divulga e-mail para receber denúncias
Ex-juiz é preso com 30 kg de cocaína
Duas mulheres foram presas com 37 tabletes de maconha em Dourados
Pecuarista é multado por desmatar matas ciliares de rio
Homem que matou ex-namorada a tesouradas vira réu
Estelionatários fizeram 25 mil vítimas no país
Aviões, fazendas são alvo de operação
PF apreende mais de R$ 1 milhão
Terça, 21 de Novembro de 2017 - 08h49Homem de 41 anos é morto a facadas por amigo após desentedimento Testemunhas relataram que discussão começou após Roberto Dias de Oliveira ter sido flagrado com a mulher do suspeito de homicídio
Homem foi executado com dois tiros e suspeita é de
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento