Menu
25 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Crime

Ex-mulher de Jerson é presa por tentativa de homicídio

Antônia Ferraz atirou contra capataz de fazenda que não foi atingido

17 Abr2017Valdelice Bonifácio e Giselli Figueiredo, de Aquidauana em colaboração para o Diário Digital19h44

A Justiça decretou nesta segunda-feira, 17 de abril, a prisão preventiva (por tempo indeterminado) de Antônia Ferraz Vasconcelos, ex-esposa do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ex-presidente da Assembleia Legislativa Jerson Domingos, e de um parente dela, segundo informação da Polícia Civil. Ela foi presa em flagrante por tentativa de homicídio praticado em uma propriedade rural no Distrito de Piraputanga, em Aquidauana, na quinta-feira passada, 13 de abril. O rapaz, parente dela, teria colaborado na ação criminosa.

Antonia está detida na Delegacia de Polícia Civil do Município de Anastácio, vizinho à cidade de Aquidauana, responsável por custodiar mulheres. Já o rapaz permanece em Aquidauana.

Segundo informações, Antônia arrenda a fazenda onde os fatos aconteceram para o ex-marido. Contudo, na quinta-feira passada, ela foi à propriedade rural e disse ao capataz que precisava pegar alguns objetos. O funcionário não permitiu a entrada. Antônia retirou-se contrariada.  O capataz telefonou para Jerson Domingos e informou sobre o ocorrido.

Antônia teria tomado conhecimento sobre a ligação do funcionário para Jerson. Irritada, ela retornou à propriedade a bordo de uma caminhonete dirigida pelo rapaz que seria seu parente e atirou contra o capataz. Felizmente, não acertou nenhum tiro.

A vítima acionou a polícia que localizou Antônia pouco depois. Na abordagem, ela teria tentado intimidar os policiais e acabou presa em flagrante por tentativa de homicídio e desacato. O rapaz que dirigia a caminhonete também foi preso em flagrante.

Ouvida pela reportagem do Diário Digital, a Polícia Civil de Aquidauana apenas confirmou a prisão dos dois e a decretação das prisões preventivas. Porém, explicou que o caso corre em segredo, por isso, não daria informações mais detalhadas. Não foi divulgado, por exemplo, se agora que saiu a prisão preventiva, os dois continuarão nas delegacias ou serão encaminhados para o sistema prisional.

 Até a publicação deste texto, o Diário Digital não tinha localizado advogados dos dois. Jerson Domingos também não foi encontrado para comentar o fato, mas segundo informações de terceiros ele pretende ficar em silêncio sobre o ocorrido.

Veja Também