Menu
15 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
'Espada da Justiça

Juiz é investigado por venda de sentença

Aldo Ferreira da Silva, está sendo investigado por supostamente pedir R$ 250 mil de propina

18 Out2019Da redação11h40

Gaeco cumpre mandados em Campo Grande, Aquidauana e Rochedo contra suspeitos de envolvimento na compra de sentenças no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

De acordo com a polícia,  o juiz Aldo Ferreira da Silva, está sendo investigado pelo Gaeco por  supostamente pedir R$ 250 mil de propina para liberar a venda de uma fazenda implicada em processo de inventário.

O advogado André Scaff Raffi, Jesus Silva Dias e Wilson Tavares de Lima também estão sendo investigados. Aldo já está afastado no TJMS por outras investigações. 

A operação foi chamada de ‘Espada da Justiça’ pelo Gaeco, e foi deflagrada dias antes de inspeção anunciada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para o TJMS, com início marcado para segunda-feira (21).

Veja Também

Caminhoneiro mantem namorada em cárcere privado por 11 dias
Corpo de homem é encontrado dentro de caixa d'água
Caminhonete roubada em Santa Catarina é recuperada
Caminhoneiro é vitima de falso frete e perde veículo
Fios de alta tensão matam motorista
Bodoquena Homem é preso acusado de estuprar a filha da enteada De acordo com a menina os abusos ocorrem quando o padrasto faz visitas em seu quarto
Após acidente carro recheado de maconha é apreendido
Julgamento é adiado após MP propor acusação por latrocínio
Irmão da vítima confessa participação em homicídio no Jardim Colibri