Campo Grande •20 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner SEGOV - Emprego

Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital | Quarta, 10 de Maio de 2017 - 17h25Irmãos acusados de matar homem a facadas são presosVítima teria questionado os acusados da morte de seu irmão

(Foto: Rio Brilhante em tempo real)

Investigadores da Polícia Civil de Rio Brilhante em trabalho conjunto com o Setor de Investigações Gerais (SIG) esclareceram em menos de 12h um homicídio. A vítima Gilvani Aparecido Nunes da Conceição de 39 anos, que foi assassinado na madrugada de terça-feira (9) em frente a uma residência na rua Dr. Boa Ventura, no bairro Manoel das Neves.

Gilvani foi morto com vários golpes de faca, no rosto e pescoço além de ser agredido com pauladas e socos na cabeça, ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Conforme o site Rio Brilhante em Tempo Real, o crime foi cometido pelos irmãos Reinaldo Santos Amaral, de 30 anos conhecido como ‘’ Reina’’ e Creginaldo Santos Amaral, de 24 anos, ambos foram presos em uma residência na Rua Eduardo Martins Vidotti, no bairro Vale do sol. Os acusados estavam em visível estado de embriagues, e exalando forte odor etílico e com os olhos vermelhos.

Os policiais chegaram até os acusados através de informações obtidas durante o registro da ocorrência, em que uma testemunha identificou um dos envolvidos como sendo Reinaldo Santos o ‘’Reina’’.

Questionados sobre o crime os irmãos negaram a autoria, e disseram que estavam pescando e que haviam acabado de chegar, eles ainda alegaram que não tinham conhecimento da morte de Gilvani.

Não satisfeitos com a declaração, dos acusados os policiais continuaram as investigações em busca de elementos para esclarecer o crime, como testemunhas e indícios.

Durante as investigações, os policiais levaram Reinaldo e Creginaldo até a cena do crime, e no local ambos confessaram o assassinato. Reinaldo admitiu que desferiu os golpes com uma faca de serra  na vítima mas não soube informar quantos. Seu irmão teria agredido violentamente Gilvani causando lesões graves na cabeça e rosto.

A arma do crime uma faca de serra e um pedaço de madeira, que segundo levantamentos foi utilizado para golpear a vítima foram localizados no quintal de uma residência.

Em depoimento, os irmãos alegaram que estavam passando de bicicleta em frente a casa onde o crime ocorreu quando foram ‘’ chamados’’ por Gilvani que teria os questionado a respeito de um assassinato ocorrido à algum tempo,  em que teve como vítima seu irmão.

Na versão dos irmãos eles teriam parado e ido à direção da vítima, em um determinado momento houve uma discussão entre eles o que teria motivado o crime.

Porem a informação, é diferente da versão dita por uma testemunha, que disse aos policiais que tanto a vítima quanto os irmãos estavam em frente a residência quando começaram as agressões.

Um adolescente de 15 anos também foi preso, a princípio ele era tratado como testemunha por estar próximo ao local do crime, porem acabou sendo preso após Reinaldo dizer que ele foi quem lhe entregou a faca utilizada no crime.

A dona da residência onde aconteceu o crime também foi presa por trafico de drogas. Os policiais encontraram no quinta da mulher de 45 anos, oito papelotes de cocaína e uma porção de maconha.

Reinaldo e Creginaldo foram autuados por homicídio doloso qualificado por motivo fútil, cuja pena é de 12 a 30 anos de reclusão.

 

Crime

Gilvani Aparecido Nunes da Conceição de 39 anos foi assassinado a facadas na madrugada de terça-feira (9). Ele recebeu pelo menos oito golpes de faca e teve o rosto bem machucado. Conforme o médico legista a causa da morte foi às lesões na cabeça ocasionadas pelas pancadas, resultando em traumatismo craniano. O laudo oficial deve ficar pronto em 30 dias.

Um homem que estava próximo ao local do crime foi até a casa da mãe de Gilvani e informou a ela que seu filho havia sido agredido e que estava esfaqueado em frente a uma residência na rua Dr. Boa Ventura. Imediatamente a mãe foi até o local socorreu seu filho até o hospital. Porém Gilvani não resistiu às agressões e faleceu. Ela informou a Polícia que o filho estava fazendo tratamento de recuperação, já que ele era usuário de drogas.

Veja Também
Quinta, 20 de Julho de 2017 - 11h50Irmãs são flagradas furtando picanha, chocolates e roupas de supermercado Alguns produtos foram furtados no dia anterior
Ameaçados, agentes penitenciários federais pedem apoio do governo
Quinta, 20 de Julho de 2017 - 11h20Turista goiano preso por transporte de pescado Autor estava em uma caminhonete Mitsubishi L-200
Incêndio destrói galpão de petroquímica
Colisão entre carreta e carro de passeio deixa três mortos na BR-267
Mãe e filha morrem após carro cair de ponte em rio
Quinta, 20 de Julho de 2017 - 08h51Bolívia apreende uma tonelada de cocaína perto da fronteira com o Brasil Além disso, policiais apreenderam pequeno avião e armas no lugar onde drogas foram encontradas, mas ninguém foi preso
Quinta, 20 de Julho de 2017 - 06h59Mesmo com alarme oficina é assaltada Oficina foi furtada, autor conseguiu fugir e vítima foi avisada pela polícia
Caseiro assassino diz que era humilhado por Silveira
Mulher é presa na rodoviária de Dourados com droga, munições e arma
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento