Menu
20 de fevereiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
RIO BRILHANTE

Homem esfaqueia criança e recebe seis facadas nas costas da irmã da vítima

O homem identificado como Valter José Souza 51anos, conhecido como “louro”, levou pelo menos seis facadas nas costas

20 Jan2020Da redação08h15

Um homem de 51 anos foi ferido com pelo menos seis golpes de faca nas costas na noite deste domingo (19) após ele esfaquear uma criança fe 11 anos, caso ocoreeu na Travessa Pedro Moraes, bairro Vila Nova Esperança em Rio Brilhante.

De acordo com testemunhas o homem que estaria embriagado, atingiu a criança nas costas  em seguida foi golpeado várias vezes nas costas por uma adolescente de 17 anos, irmã da criança. Segundo ela agiu para defender o irmão. A menor derrubou o homem no chão, tomou a faca e o atingiu.

A criança foi socorrida para o hospital de Rio Brilhante pela família, onde recebeu atendimento médico, seu estado de saúde é bom.

O homem identificado como Valter José Souza 51anos, conhecido como “louro”, levou pelo menos seis facadas nas costas. Ele recebeu os primeiros atendimentos no hospital de Rio Brilhante de onde foi transferido em vaga-zero para o hospital da Vida em Dourados devido a gravidade dos ferimentos

A Polícia Militar encaminhou a adolescente para prestar esclarecimentos na delegacia. As circunstâncias dos fatos e os motivos da agressão contra a criança estão sendo apurados pela Polícia Civil.

Após prestar depoimento na delegacia a adolescente foi liberada.

Veja Também

Polícia alerta para aumento em até 40% de veículos em rodovias de MS
Acusado de matar motorista de aplicativo passa por audiência
Ex-candidata a vereadora é suspeita de aplicar golpe de R$ 500 mil em joalheiro
Jovem foi vítima de tentativa de feminicídio e não de bala perdida
Assalto a mão armada em farmácia deixa funcionário ferido
PM à paisana apreende adolescente que assaltou mercado
Pai fere vizinho após briga de crianças
Gaeco cumpre mandados no Vilas Boas
Caminhão passa por cima de motociclista
Quadrilha pode ter furtado R$ 1 milhão de propriedades rurais