Menu
13 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Dourados

Homem ameaça travesti após ela se negar ser "ativa" durante relação

Eles foram até um motel, sob efeito de droga o mesmo começou a ameaça-lá

3 Dez2019Da redação11h10

Em Dourados um homem de 39 anos, acabou preso após, se passar um policial e ameaçar uma travestir, com armas falsas, isso por que ela teria se recusado a fazer o papel de ativa durante o programa sexual, trabalho oferecido por ela.  

De acordo com a polícia o suspeito estáva sob efeito de cocaína e teria brigado em um motel de Dourados. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência ele ameaçou a Polícia Militar.

Informações preliminares apontam que o mesmo é diretor de uma loja de Dourados, as armas utilizadas pelo mesmo eram de brinquedo.

Em depoimento a travestir disse que os dois teriam ido até um motel, após realizar parte do programa, o suspeito começou a usar cocaína e pediu para a vítima ser a ativa da relação.

Ela então teria se recusado, momento em que ele começou agredi-la. Ela pediu por socorro e a Polícia Militar foi acionada.

 

Veja Também