Menu
23 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Versão fantasiosa

Homem aluga caminhonete e vende no Paraguai

Ao prestar queixa acabou preso por falsa comunicação de crime e estelionato

16 Jan2020Da redação12h00

Um homem foi preso em Dourados após procurar a Polícia Civil para prestar queixa de roubo. Ele alegava ter vindo de Minas Gerais para conhecer Bonito, razão pela qual alugou uma caminhonete. Disse ter sido roubado no trajeto até o município turístico, mas os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) descobriram que ele vendeu o veículo no Paraguai.

Essa história cheia de reviravoltas começou a ser esclarecida às 12h de quarta-feira (15), quando o homem foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) registrar a queixa. Aos policiais, ele relatou ter sido roubado no dia anterior. O bem supostamente levado por criminosos armados era uma caminhonete a diesel, ano 2019, modelo 2020, alugada em uma empresa instalada em Dourados.

A suposta vítima disse ter vindo de Ituiutaba, Minas Gerais, acompanhado da esposa para conhecer Bonito. Detalhou que no distrito de Anhandui, pertencente ao município de Campo Grande, foram abordados por quatro indivíduos que estavam em um automóvel, dois deles portando armas de fogo do tipo pistola.

Na história fantasiosa contada à polícia, disse que após terem sido deixados em um local isolado, ele e a esposa conseguiram carona com um caminhoneiro que os deixou em Dourados.

Mas os investigadores do SIG constaram contradições no depoimento e a mentira começou a ruir. Primeiro, o homem reconheceu não estar acompanhado. Depois, detalhou que um mototaxista o transportou até a delegacia sem cobrar nada após encontra-lo no local onde teria sido deixado pelo caminhoneiro, sem dinheiro, nem documentos.

O SIG identificou o mototaxista, que relatou ter feito uma corrida normal, cobrada, e indicou aos policiais um local onde a suposta vítima havia deixado os cartões bancários, dinheiro e aparelho celular.

O desfecho da investigação indica que o homem veio a Dourados de Coronel Sapucaia na manhã de quarta-feira, alugou a caminhonete avaliada em R$ 130 mil e a vendeu no Paraguai. Ele acabou preso em flagrante pela prática de estelionato e falsa comunicação de crime. Não foi arbitrada fiança em razão das penas serem superiores ao permitido para tanto.

(Com informações: Dourados News) 

Veja Também

Idoso encontrado com chave de fenda no peito está na UTI
Adolescente encontrada enterrada teria sido morta por ciúmes
Dois são presos com carretas roubadas e por sequestro de motoristas
Ciúmes da esposa motiva discussão e homicídio em Dourados
PM prende cadeirante e comparsa por tráfico de drogas
Foragido de Jardim morre na Capital após troca de tiros
Corpo é encontrado no Rio Miranda
Criminosos usam melancia para quebrar vitrine de loja
Lei anticrime entra em vigor e pena máxima vai a 40 anos
Menina de 13 anos é encontrada enterrada