Campo Grande •23 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Elaine Silva - Especial para Diário Digital | Sexta, 14 de Julho de 2017 - 10h15Guarda Municipal é acusado de agredir ex-mulherArma é relíquia de família deixada pelo pai

  
Projetio foi encontrado na pareda da casa da vítima (Foto: Luciano Muta)
  • Projetio foi encontrado na pareda da casa da vítima
  • Delegada Claudia Angélica Girei (Foto:Luciano Muta)

O Guarda Municipal de 46 anos. que agrediu e ameaçou a ex-esposa de 37 anos, disparou com um revólver calibre 38 e ainda tentou fugir da Polícia Militar, nessa madrugada (14). Negou que tenha cometido o crime contra a ex-mulher. O caso aconteceu na Vila Margarida, em Campo Grande, por volta de 1h da madrugada, sendo que o autor foi preso no centro na casa de parentes, ainda na madrugada.

A delegada da Delegacia Especializada de Atendimento á Mulher (Deam), Claudia Angélica Girei, informou que segundo os relatos da vítima o autor teria chegado na casa, desconfiado que ela estaria com outra pessoa e teria pedido para ela sair. "Depois que a vítima negou, ele arrombou a porta a puxando pelo braço e iniciando as agressões, sendo que ela conseguiu fugir e se refugiou na casa de um vizinho", afirmou à delegada.

“Durante o interrogatório ele negou que tenha batido e ameaçado a ex-mulher, mas assumiu que a arma era dele e foi deixada pelo pai e não tinha nenhum documento”, conta Girei. O casal estava junto há cerca de 20 anos. Sete meses atrás eles se separam legalmente, porém por conta dos cinco filhos, a mulher decidiu voltar há algumas semanas.

Quando percebeu que não dava certo eles se separaram novamente, fato que não foi aceitou pelo autor. " O autor depois que bateu na ex-mulher, entrou na casa em busca dessa suposta pessoa, mas que não foi encontrado e acabou efetuou dois disparos. Duas filhas do casal estavam em um quarto e outras três na casa da mãe dele. Uma das filhas pediu para ele parar de atirar", relatou Claudia.

Enquanto a polícia chegava o autor fugiu de carro, mas alguém teria mostrado para os policiais, que o encontrando no centro. O autor estava alterado e desceu com a arma em punho entrando na residência deixando as portas abertas. Depois de alguns minutos ele decidiu se render, saindo com as mãos na cabeça. Em um determinado momento ele resistiu e agrediu os agentes. O guarda municipal será indiciado por lesão corporal, ameaça, porte de arma irregular, disparo de arma de fogo e resistência. O caso será investigado pela Deam.

Veja Também
'Agiram de forma cruel e materialista’, dizem advogados de acusação
Homem sequestrado na zona rural foi pego por engano
Estelionatários agiam em bairros e Centro da Capital
Identificadas vítimas de acidente fatal na MS-386
Estudante que atirou em Goiânia aguarda transferência
Começa hoje o combate ao aedes aegypti
Ciclista de 38 anos morre depois de ser atropelado por caminhão
PRF apreende caminhão com pistolas e maconha
Segunda, 23 de Outubro de 2017 - 10h13Motorista morre após tombar caminhão carregado de madeira na BR-158 Um amigo, que seguia logo atrás e presenciou acidente, acredita que Sílvio tenha perdido o controle da direção
Usuário “denuncia” e PM fecha boca de fumo em Dourados
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento