Campo Grande •24 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Valdelice Bonifácio | Terça, 29 de Agosto de 2017 - 17h31Gaeco recolhe dinheiro com preso na Operação AntivírusSede do Detran, empresas e residências foram alvos dos mandados de busca

(Foto: Luciano Muta)

Além de muitos documentos, computadores, notebooks, tabletes, e telefones celulares, os policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) recolheram R$ 95 mil em posse de um dos alvos da Operação Antivirus deflagrada nesta terça-feira, 29 de agosto. Não foi revelado o local onde o dinheiro foi recolhido.

Doze pessoas estão presas, entre as quais o diretor-presidente do Detran-MS Gerson Claro, outros quatro diretores do órgão, além do ex-deputado estadual Ary Rigo. Parte dos presos foi levada na tarde desta terça-feira para o complexo penal de Campo Grande, no Jardim Noroeste.

Além do Detran, outros 20 endereços foram vasculhados pelos agentes do Gaeco em busca de provas dos crimes investigados. Empresas e residências foram alvo dos mandados de busca e apreensão.

Segundo as investigações, os presos faziam parte de organização criminosa voltada à prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações começaram em 2015 e tem como objeto contratos celebrados entre empresas da área de tecnologia da informação/informática e o Poder Público Estadual.

As investigações continuarão em andamento, agora com foco na análise de todo o material apreendido e oitiva de todos os envolvidos.

Foram alvo de busca e apreensão:

Os gabinetes dos diretores do DETRAN presos nesta data;

A residência e o gabinete de trabalho de Luiz Alberto de Azevedo, lotado na Secretaria de Governo de Mato Grosso do Sul;

A residência e o gabinete de Parajara Moraes Alves Júnior, lotado no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul,

As empresas DIGITHOBRASIL, A3A (nome fantasia Digitec) e M3M (nome fantasia Digitho), todas localizadas no mesmo endereço em Campo Grande;

A residência de Suely Aparecida Carrilhões de Almoas Ferreira, sócia da DIGITHO;

A residência de Claudinei Martins Rômulo;

A residência, propriedade rural e escritório de Jonas Schimidt das Neves;

A residência e no escritório de Ary Rigo;

A empresa M2 Comunicações LTDA. (nome fantasia PRODUTORA CASABRASIL);

Pirâmide Central Informática e Pirâmide de Contabilidade

A residência de José do Patrocínio Filho,

A residência de Anderson da Silva Campos;

A residência de Fernando Roger Daga;

A residência e a empresa North Consult, ambas de propriedade de José Sérgio de Paiva Júnior;

A residência de Gerson Claro Dino;

A residência de Celso Braz de Oliveira Santos;

A residência de Gerson Tomi;

Na empresa Master Case Digital Business LTDA.

 

Veja Também
Pecuarista é autuado por exploração e uso de madeira protegida
Mulher é presa após sequestrar bebê de sete meses
Filha é suspeita de matar mãe e padrasto em Corumbá
Interno encontrado morto em Unei teria estuprado criança de 6 anos
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 11h10Homem de 50 anos morre em disputa por estabelecimento comercial Aldo Jorge Araújo de Oliveira foi atingido por pelo menos dois disparos de arma de fogo
PF realiza busca em agência turismo
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 07h36Dupla que planejava roubos é presa Autores estavam rondando a cidade em busca de vítimas
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 06h59Ao aproveitar promoções, homem quase tem carro furtado Veículo foi encontrado atravessado no meio da via
Dupla é presa por tráfico de drogas no Aero Rancho
Três pescadores são presos com 949 kg de pescado no Rio Paraguai
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento