Campo Grande •22 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo -  MS Desenvolve

Valdelice Bonifácio | Terça, 29 de Agosto de 2017 - 17h31Gaeco recolhe dinheiro com preso na Operação AntivírusSede do Detran, empresas e residências foram alvos dos mandados de busca

(Foto: Luciano Muta)

Além de muitos documentos, computadores, notebooks, tabletes, e telefones celulares, os policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) recolheram R$ 95 mil em posse de um dos alvos da Operação Antivirus deflagrada nesta terça-feira, 29 de agosto. Não foi revelado o local onde o dinheiro foi recolhido.

Doze pessoas estão presas, entre as quais o diretor-presidente do Detran-MS Gerson Claro, outros quatro diretores do órgão, além do ex-deputado estadual Ary Rigo. Parte dos presos foi levada na tarde desta terça-feira para o complexo penal de Campo Grande, no Jardim Noroeste.

Além do Detran, outros 20 endereços foram vasculhados pelos agentes do Gaeco em busca de provas dos crimes investigados. Empresas e residências foram alvo dos mandados de busca e apreensão.

Segundo as investigações, os presos faziam parte de organização criminosa voltada à prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações começaram em 2015 e tem como objeto contratos celebrados entre empresas da área de tecnologia da informação/informática e o Poder Público Estadual.

As investigações continuarão em andamento, agora com foco na análise de todo o material apreendido e oitiva de todos os envolvidos.

Foram alvo de busca e apreensão:

Os gabinetes dos diretores do DETRAN presos nesta data;

A residência e o gabinete de trabalho de Luiz Alberto de Azevedo, lotado na Secretaria de Governo de Mato Grosso do Sul;

A residência e o gabinete de Parajara Moraes Alves Júnior, lotado no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul,

As empresas DIGITHOBRASIL, A3A (nome fantasia Digitec) e M3M (nome fantasia Digitho), todas localizadas no mesmo endereço em Campo Grande;

A residência de Suely Aparecida Carrilhões de Almoas Ferreira, sócia da DIGITHO;

A residência de Claudinei Martins Rômulo;

A residência, propriedade rural e escritório de Jonas Schimidt das Neves;

A residência e no escritório de Ary Rigo;

A empresa M2 Comunicações LTDA. (nome fantasia PRODUTORA CASABRASIL);

Pirâmide Central Informática e Pirâmide de Contabilidade

A residência de José do Patrocínio Filho,

A residência de Anderson da Silva Campos;

A residência de Fernando Roger Daga;

A residência e a empresa North Consult, ambas de propriedade de José Sérgio de Paiva Júnior;

A residência de Gerson Claro Dino;

A residência de Celso Braz de Oliveira Santos;

A residência de Gerson Tomi;

Na empresa Master Case Digital Business LTDA.

 

Veja Também
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento