Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Crime

Funcionário de fazenda é denunciado por tráfico internacional de armas

Homem escondia cocaína, 48 carregadores de fuzil e 1.032 munições

20 Abr2017Da redação16h50

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MPF/MS) denunciou o funcionário de uma fazenda em Porto Murtinho por tráfico internacional de drogas e de arma de fogo. Segundo a denúncia, o homem escondia na Fazenda Pranchada 400 kg de pasta base de cocaína, 10 kg de cocaína, 48 carregadores de fuzil, 1.032 munições de calibre 7,62 mm e uma luneta com mira laser, todos provindos da Bolívia. Também foram apreendidos cinco mil reais em espécie. O MPF denunciou o autor com base nas leis nº 11.343/06 e 10.826/03. Se condenado, ele poderá cumprir pena de reclusão de 11 a 37 anos.

Em abril de 2016, ele foi preso em flagrante por policiais civis de Porto Murtinho, região do Pantanal de Mato Grosso do Sul. O flagrante ocorreu após denúncia do proprietário de uma fazenda vizinha, de que teria ocorrido um acidente aéreo na região. Os policiais encontraram o avião Centurion II parcialmente destruído e escondido em uma mata próxima à sede da Fazenda Baia Grande. 

Teodoro confessou que ajudou a salvar e esconder o avião que pousou na propriedade com a carga de drogas e armamento. Além disso, ele alegou ter recebido cinco mil reais para descarregar o avião, que veio da Bolívia. Segundo ele, o avião colidiu com seu carro, não pôde levantar voo e os tripulantes fugiram. Atualmente, ele está em liberdade. A Justiça Federal ainda não apreciou a denúncia do MPF.

Veja Também