Campo Grande •17 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Terça, 18 de Julho de 2017 - 17h45Filho de desembargadora é transferido para clínica psiquiátricaAdvogados alegaram que ele sofria de ‘Transtorno de Personalidade Bordeline’

(Foto: Reprodução)

O filho da presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, desembargadora Tânia Garcia Freitas Borges, Breno Fernando Solon Borge de 37 anos, teve o direito concedido pela Justiça de Mato Grosso do Sul de aguardar o julgamento em liberdade.

Breno foi preso no dia 8 de abril junto com a namorada e um amigo, com eles a polícia encontrou 130 kg de maconha, 199 munições de fuzil calibre 762 e uma pistola 9 mm. Além disso, Breno foi flagrado com em conversas telefônicas vendendo armas de uso restrito para o Primeiro Comando da Capital (PCC).

No final de semana o desembargador Ruy Celso Barbosa Florence, negou o habeas corpus ao empresário, porque o pedido não tinha sido analisado pelo juiz de Água Clara.

Conforme o site Porã News, o magistrado analisou e negou o pedido da mãe, a desembargadora recorreu novamente ao Tribunal de Justiça e obteve a concessão parcial do pedido. Ela obteve a interdição judicial do filho ao alegar que ele sofreu do “Transtorno de Personalidade Bordeline”, doença que causa instabilidade nas relações pessoais.

Ruy Celso acatou a argumentação da defesa, de que o empresário precisa de tratamento médico e ser semi-imputável. Os advogados juntaram laudos emitidos pela psicóloga Avany Cardoso e pelos psiquiatras Luiz Felipe Rigonati e Sérgio Delvísio.

O Tribunal de Justiça autorizou a internação do empresário, réu por associação com o tráfico de drogas e posse de arma de uso restrito, para tratamento médico em clínica médica em Campo Grande. Ele negou o pedido para interná-lo em uma instituição de Atibaia (SP).

Já a namorada, Isabela Lima Vilalva, e o amigo, Cleiton Jean Sanches Chaves, continuam presos pelo mesmo crime. Ela chegou a ser liberada em 29 de abril pelo desembargador Marcos José de Brito Rodrigues, mas a 2ª Câmara Criminal revogou o habeas corpus e decretou a prisão da jovem.

A princípio, o juiz de Água Clara manteve a audiência de instrução e julgamento para a próxima quinta-feira.

Ruy Celso determinou que a mãe de Breno assumisse o compromisso de apresentá-lo em todas as audiências determinadas pela Justiça.

Veja Também
Polícia de SC apreende 440kg de maconha em veículo que saiu de MS
Filho de empresário é sequestrado em Ponta Porã
Reconstituição do caso Kauan mobiliza 30 policiais
Motoqueiro e carreta se envolvem em acidente
Uno tem capô arrancado e 3 ficam feridos em Dourados
Polícia Federal deflagra Operação Bandeirante
Polícia cumpre mandados de prisão na Capital
Quinta, 17 de Agosto de 2017 - 06h59Ladrão que furtava carro é agredido por populares Autor já tinha destruído o interior do veículo
Corpo encontrado sem coração é de jovem de 22 anos
Ladrão que roubou comerciante de joias é preso
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento