Campo Grande •26 de Maio de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Domingo, 11 de Setembro de 2016 - 15h40Fazendeiro que construiu dreno ilegalmente é multado em R$ 18 milProprietário rural degradou área protegida de mata ciliar no rio Iguatemi

(Foto: Divulgação/PMA)

Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo realizavam fiscalização ambiental no rio Iguatemi, no município e autuaram ontem (10) no final da tarde, um proprietário rural por degradação de área protegida de mata ciliar desse rio.

Os policiais verificaram que o infrator destruiu as matas ciliares, ao construir uma valeta (dreno) sem autorização do órgão ambiental, à margem do rio Iguatemi. Mesmo em uma parte que não existia dreno, o rio não possuía matas ciliares na propriedade.

Medida em GPS, a área protegida afetada perfez 3 hectares. O fazendeiro, de 51 anos, residente em Cuiabá (MT) afirmou que construiu o dreno para evitar que a água do rio inundasse suas áreas de pastagens.

As atividades foram paralisadas. O fazendeiro foi autuado administrativamente e multado em R$ 18.000,00. O autuado também responderá por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente (APP). A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Ele foi notificado a apresentar junto ao órgão Ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada (PRADE).

Veja Também
DOF apreende caminhão carregado de cigarros e pneus na BR-267
Polícia é acionada após presos iniciarem um motim no presídio de Bataguassu
Ciclista morre atropelado por caminhão roubado; motorista fugiu
Ação de vizinhos prende assaltante
Jacaré é encontrado em quintal de residência em Ladário
Homem é preso com maconha e cocaína na rodoviária
Assentado é autuado por exploração ilegal de madeira protegida por lei
Quinta, 25 de Maio de 2017 - 08h29Polícia prende mais dois suspeitos de participação no atentado em Manchester Com isso, subiu para oito o número de detidos desde o início das investigações
Quinta, 25 de Maio de 2017 - 08h12Demolições e desapropriações na Cracolândia são ilegais, dizem promotores Ontem, Justiça de SP proibiu que prefeitura paulistana continuasse a fazer remoções forçadas e demolições na área da Cracolândia
Quinta, 25 de Maio de 2017 - 07h18Jovens roubam e deixam objetos para buscar depois Moradores viram pelas câmeras de segurança os autores rondando a casa
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento