Menu
16 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime ambiental

Drone revela desmatamento ilegal em fazenda em Coxim

Ao avistar o desmatamento, polícia foi à sede e descobriu que não havia licença ambiental

21 Mai2019Byanca Santos - Especial para o Diário Digital17h58
(Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)
  • (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)
  • (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)
  • (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

A equipe da Polícia Militar Ambiental de Coxim vem realizando vistorias em propriedades rurais no município, com o uso de um drone os policiais localizaram uma área desmatada ilegalmente na tarde da última segunda-feira, 20 de maio.

Ao avistar o desmatamento com o drone, a equipe foi à sede da propriedade e verificou que não havia licença ambiental. Com o uso de GPS verificaram-se 4 hectares destruídos e as madeira da atividade ilegal não estava no local, onde já havia pastagem e criação de gado na área.

As áreas foram desmatadas para a construção da sede da fazenda. O infrator de 52 anos, que mora em Pedro Gomes, adquiriu há pouco tempo, porém, ele desmataria outras áreas, pois os Policiais encontraram um ‘correntão’ (corrente utilizada para grandes desmatamentos com máquinas) escondido na mata e que seria utilizado na destruição de mais vegetação.

Multado em R$ 4.000,00, o autuado também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. Além disso, foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental)

Veja Também