Campo Grande •25 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Valdelice Bonifácio | Terça, 14 de Fevereiro de 2017 - 17h54Família de adolescente morto clama por justiçaJovem de 17 anos morreu hoje na Santa Casa após 11 dias de internação

  
Familiares e amigos choram a morte de Wesner Moreira na Santa Casa de Campo Grande (Foto: Marco Miatelo)
  • Familiares e amigos choram a morte de Wesner Moreira na Santa Casa de Campo Grande
  • Muito abalada, mãe da vítima deixou o hospital amparada por familiares e funcionários da Santa Casa (Foto: Marco Miatelo)
  • Elson Ferreira Silva, tio da vítima, mostra a foto do sobrinho (Foto: Marco Miatelo)
  • Lava Jato, no Jardim Morumbi, na Capital onde os fatos aconteceram (Foto: Marco Miatelo)
  • Wesner Moreira da Silva, de 17 anos, morreu hoje após 11 dias internado na Santa Casa (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Familiares do adolescente Wesner Moreira da Silva, de 17 anos, que morreu nesta terça-feira, dia 14 de fevereiro, 11 dias após ter sido ferido em um lava jato em Campo Grande clama por Justiça. “O que fizeram não foi brincadeira. Isso não é brincadeira. Isso pra mim foi homicídio”, desabafou o tio da vítima Elson Ferreira Silva durante entrevista na Santa Casa da Capital onde o jovem estava internado.

O adolescente foi ferido no lava jato onde trabalhava, no Jardim Morumbi, pelo patrão e um funcionário do local, amigo de infância da vítima, numa atitude que os agressores chamaram de brincadeira. O garoto teve a mangueira de alta pressão pressionada contra o corpo e perdeu parte do intestino. Até a data de hoje o caso estava sendo tratado pela Polícia Civil como lesão corporal grave, mas a família espera mudança nesse enquadramento agora que a vítima faleceu.

“O nosso sentimento é de revolta”, disse o tio. Elson Ferreira relata que no dia na internação de Wesner na Santa Casa conversou com um dos agressores e ouviu dele o relato de que as calças da vítima foram abaixadas e depois introduzida a mangueira de alta pressão. Porém, os agressores dizem à polícia que a mangueira foi colocada por cima da roupa. O próprio Wesner, em depoimento à polícia, teria confirmado a versão dos agressores, mas para o tio ele pode ter ficado com vergonha de relatar o abuso.

“Eu mesmo fiz o teste com a mangueira de alta pressão em mim mesmo. Pressionei por cima da roupa e não passou ar nenhum”, diz Elson Ferreira. A mãe da vítima esteve na Santa Casa, porém, muito abalada, ela deixou o hospital amparada por familiares e não falou com a imprensa. “Estamos todos muito indignados. O menino tinha vontade de crescer na vida, servir o Exército, comprar uma motocicleta. Tudo isso foi interrompido. Queremos justiça”, reiterou. 

Sangramento - Wesner Moreira da Silva faleceu às 13h35 na ala vermelha da Santa Casa de Campo Grande.  Durante o período de internação o jovem chegou a apresentar melhoras e foi encaminhado para a enfermaria do hospital.

Porém, no domingo, dia 12, começaram as complicações, segundo relato do tio. Hoje à tarde, o  a vítima sofreu um choque hipovolêmico, um grande sangramento no estômago e não resistiu. Durante o sangramento o jovem sofreu uma parada cardiorrespiratória e houve tentativa de reanimação por 45 minutos, porém, sem sucesso. 

Até a publicação desta matéria, a matéria não tinha revelado locais e horários dos funerais.

Veja Também
Lutador que matou Brunão pega 17 anos de prisão
Interno tenta matar outro dentro de presídio de Dourados
Homem morre prensado por carro em Três Lagoas
Pecuarista é autuado por exploração e uso de madeira protegida
Mulher é presa após sequestrar bebê de sete meses
Filha é suspeita de matar mãe e padrasto em Corumbá
Interno encontrado morto em Unei teria estuprado criança de 6 anos
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 11h10Homem de 50 anos morre em disputa por estabelecimento comercial Aldo Jorge Araújo de Oliveira foi atingido por pelo menos dois disparos de arma de fogo
PF realiza busca em agência turismo
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 07h36Dupla que planejava roubos é presa Autores estavam rondando a cidade em busca de vítimas
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento