Menu
15 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime

Falso evangelizador estuprou ao menos oito crianças em MS

'Ele se passava por um homem de fé, quando na verdade, era pedófilo', afirma delegado

14 Ago2019Da redação18h00

Elerson Carlos Mareco Wider, de 22 anos, foi preso em Chapadão do Sul, a 333 quilômetros da Capital, Campo Grande. Ele é suspeito de vários estupros em cidades de MS e Goiás. O rapaz se apresentava como evangelizador. Algumas das vítimas, foram atraídas nas igrejas. Ao longo de sua ficha criminal, aparecem denúncias de estupros contra oito crianças e ainda corrupção de menores.

“Ele se apresentava como evangelizador e ganhava a confiança dos pais e das crianças. Ele se passava por um homem de fé, quando na verdade, era pedófilo”, disse o delegado Mikail Faria, um dos responsáveis pelas investigações e prisão de Elerson.

Em MS, os crimes foram cometidos em Campo Grande, Chapadão do Sul, Ponta Porã e Dourados. O primeiro estupro foi praticado quando ele ainda tinha 13 anos. A polícia suspeita que Elerson faça parte de uma rede de pedofilia, o que está sendo apurado.

Na ocorrência de Ponta Porã, neste ano, Elerson atraiu um menino de oito anos a um lava-jato e fez sexo oral na criança. O garoto contou para mãe que acionou a polícia. Já em Dourados, em 2016, o rapaz foi flagrado fazendo sexo oral em outra criança de três anos, em uma residência no Bairro Jockey Clube. Na ocasião, o autor fugiu.

Veja Também