Menu
26 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Operação Midas

Empresário intimado no caso Scaff é achado morto

Família da vítima suspeita de suicídio

26 Set2016Da redação15h59

O empresário Orlando Torres da Silva, 60 anos,  foi encontrado morto na madrugada de sábado, 24 de setembro, por familiares na casa onde morava, no Jardim dos Estados, em Campo Grande. Ele aparece na lista das 22 pessoas intimadas para prestar depoimento na Operação Midas, do Gaeco, que prendeu o procurador da Câmara Municipal de Campo Grande André Scaff e a esposa Karina na terça-feira passada, 20 de setembro.  

A família da vítima suspeita de suicídio. Ele teria se enforcado dentro de casa. Além disso, Torres teria dado sinais de que não estava bem emocionalmente.  Até uma carta em tom de despedida foi encontrada por familiares. O Diário Digital já entrou em contato com a assessoria de imprensa do Gaeco e aguarda resposta sobre o fato.

Scaff - Scaff e a esposa foram colocadas em liberdade no dia seguinte à prisão por determinação da Justiça. Os dois são investigados por acúmulo de bens em valores incompatíveis com a renda de servidor público de Scaff. O casal é acusado, em tese, pelas práticas de lavagem de dinheiro, crimes contra a administração pública, crimes contra a ordem tributária, dentre outros.

Conforme advogados, as 22 pessoas da lista de depoentes foram intimadas apenas como testemunhas. Os promotores do Gaeco estariam em busca de informações sobre a movimentação financeira dos Scaff e detalhes sobre compra e venda de imóveis, por exemplo. As investigações ainda estão em andamento sob sigilo.

Veja Também