Menu
26 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Dourados

Criança fica gravemente ferida após ser atropelada por vizinho

Caso aconteceu às 14h50 de domingo, 11 de agosto, no bairro Guatós, parte alta de Corumbá

12 Ago2019Diário Corumbaense15h09

Um menino de dois anos ficou gravemente ferido e teve que ser transferido para Campo Grande de avião, após ser atropelado pelo vizinho, de 21 anos, que, conforme o boletim de ocorrência, não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O caso aconteceu às 14h50 de domingo, 11 de agosto, no bairro Guatós, parte alta de Corumbá.

O pai da criança, de 25 anos, relatou no registro policial que estava com o filho em sua casa, e que num determinado momento saiu, atravessou a rua para levar a chave de uma caminhonete a uma pessoa e que a criança teria ido junto.

Ele ficou conversando com a pessoa e de repente escutou um grito e percebeu que era o seu filho. Ele se virou e viu o menino já embaixo do carro do vizinho sendo arrastado, momento que gritou e o motorista parou o veículo.

Com graves ferimentos, o menino foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica no bairro, passando pela emergência. A criança teve um corte profundo entre a boca e o nariz; o lado direito da cabeça e a orelha apresentavam sérias lesões, sendo necessário passar por cirurgias, conforme apontou o médico plantonista. O garoto ainda tinha escoriações nos braços e pelo corpo.

O motorista disse que estava parado dentro do carro, em frente a sua casa, olhando o celular e que viu o pai do menino do outro lado da rua. Depois de olhar o telefone, o guardou e saiu com o veículo. Neste momento, ele atropelou a criança e só parou depois de ouvir o pai do menino gritar.

Uma equipe da Polícia Militar esteve no local e levou o condutor para a Delegacia de Polícia Civil. O Diário Corumbaense apurou que ele prestou depoimento e foi autuado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Houve a suspeita de que ele estaria embriagado, mas a denúncia não se confirmou e o motorista foi liberado. 

Veja Também