Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo
Investigação

Criança de 9 anos foi estuprada até a morte, afirma polícia

Nas buscas no córrego Ahanduí, bombeiros localizaram saco preto com fio de cabelo, mas só um exame poderá dizer se é de Kauan

22 Jul2017Dayene Paz15h21

O menino Kauan Andrade dos Santos, de 9 anos de idade, foi estuprado até a morte, de acordo com as informações da polícia, por um homem de 38 anos, que não teve a identificação revelada. O delegado Paulo Sérgio Laureto, da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), confirmou a informação na tarde deste sábado, 22, em entrevista à imprensa. 

No dia 25 de junho, de acordo com o adolescente de 14 anos, o menino foi levado até a casa do autor, aonde foi violentado e como se debatia muito, o adolescente de 14 anos segurou os braços, enquanto o homem de 38 anos tapava a boca da criança. Após algum tempo, o menino começou a sangrar pela boca. No outro dia, eles colocaram o corpo em um saco e jogaram no rio Ahanduí.

Kauan cuidava de carros durante o dia e conhecia o adolescente de 14 anos, que de acordo com a investigação, era pago pelo autor, para levar crianças para que ele cometesse os abusos. 

Na casa, a polícia localizou videos pornográficos em que o autor abusava de outras crianças. Duas vítimas já foram identificadas. Também foram encontradas marcas de sangue no colchão e no chão do quarto, na casa onde aconteceu o crime, no bairro Coophavilla.

Nas buscas no córrego Ahanduí, o Corpo de Bombeiros localizou um saco preto com fio de cabelo, mas só um exame poderá dizer se é de Kauan.

O autor foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) e o adolescente encaminhado a uma Unidade Educacional de Internação (Unei), em Campo Grande.

Veja Também