Menu
25 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Pesticida

Desvio de alimentos

Operação da PF confirma que em Jardim 85% dos alimentos não chegaram até consumidor final

9 Out2019Thays Schneider11h40
(Foto: Luciano Muta)
  • A investigações devem continuar
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

 A Polícia Federal deflagrou a Operação Pesticida que investiga fraudes no Programa Fome Zero. De acordo com o delegado Iuri de Oliveira quatros cooperativas em quatro cidades do Estado tem suspeita de fraudes documentais.

Conforme o superintendente da Polícia Federal  de Mato Grosso do Sul, Cleo Mazzotti,  os atos fraudulentos teriam ocorrido entre os anos de 2011 e 2016, com envolvimento de representantes de cooperativas ou associações sediadas nos municípios  de Terenos, Bodoquena, Caracol, Jardim e servidores da  Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), além de representantes municipais do PAA em Corumbá.

De acordo com as investigações,  durante cinco anos mais de R$ 3 milhões foram repassados pelo Governo Federal para cooperativas. Só em Jardim mais de 85% dos recursos foram desviados. A operação continua e outras cooperativas serão investigadas. Cinco mandados de busca e apreensão foram expedidos,  até o momento seis testemunhas foram ouvidas e  nove ordens de afastamento de servidores da Conab foram solicitadas.

A PF e a CGU verificaram casos de cadastramentos no programa em nome de produtores que desconheciam o fato ou lastreados em propriedades rurais que não tinham capacidade produtiva. Também foram descobertas simulação na entrega de produtos às associações ou cooperativas e delas para as entidades destinatárias dos alimentos, obtendo-se da Conab a liberação de valores correspondentes à aquisição de produtos não entregues. O esquema contaria com a participação e conivência de agentes públicos. 


 

Veja Também

Aliança entre forças policiais amplia ações para NháNhá e oito são presos
Polícia já tem suspeitas sobre execução no Caiçara
Estelionatária usava perfil falso para vender imóveis em grupo no Facebook
Comerciante tem loja invadida no centro de Dourados
Quatro são presos por envolvimento na morte de casal de MS
Homem é executado com sete tiros
Bebê morre duas horas depois de ingerir leite materno
Polícia prende pistoleiro na fronteira
Menino de 13 anos é morto a tiro pelo amigo
Garagista é denunciado por estelionatos na Capital