Menu
21 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Segurança Pública

Com celas lotadas, presos ocupam corredor de delegacia

Na unidade, 19 presos estão divididos em duas celas que têm capacidade para quatro

1 Set2017Da redação17h49

Na Delegacia de Água Clara, a lotação é tamanha que presos estão acomodados nos corredores por falta de espaço nas celas. A situação foi denunciada nesta sexta-feira, 1º de Setembro, pelo Sindicato dos Policiais Civis de MS.

Conforme a entidade, a unidade está com 19 presos divididos em duas celas que cabem quatro, mais três presos autuados por crime de violência sexual estão no corredor e mais um advogado que ocupa uma cela ‘especial’.

Na avaliação do presidente do Sinpol-MS, Giancarlo Miranda, a situação está insustentável. “Chegamos ao cúmulo de ter presos nos corredores, se continuar assim talvez tenhamos que começar a soltá-los por falta de espaço. Até quando o Governo do Estado, o Poder Judiciário, o Ministério Público e a Defensoria Pública se eximirão de suas responsabilidades?”, declarou indignado.

De acordo com a lei, pessoas acusadas de crime sexual não podem ficar junto com presos de outros crimes devido ao risco de morte.

Só em 2017, a delegacia de Água Clara já registrou três motins, sendo o mais recente há 15 dias quando os presos tentaram arrancar as grades das celas por desconfiarem da qualidade da comida. A unidade também é destaque no documentário “A Realidade da Polícia Civil em MS”, produzido pelo sindicato. O Sinpol-MS irá requerer ao Juiz da Comarca a interdição da delegacia por não apresentar condições de segurança aos policiais civis, aos presos e à população da cidade.

Veja Também