Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Crime

Caminhonete tomada em sequestro é recuperada na fronteira

Arquiteto foi sequestrado e roubado após dar carona a mulheres imaginando que fossem garotas de programa

7 Out2016Da redação16h26
(Foto: Divulgação/PRF)
  • (Foto: Divulgação/PRF)

A caminhonete Toyota/Hilux tomada de um arquiteto que foi dopado e sequestrado após dar carona para duas mulheres no Centro de Campo Grande, que ele imaginou que fossem garotas de programa. Avisada sobre o roubo do veículo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) conseguiu recuperar a caminhonete e prender dois homens envolvidos no crime em Guia Lopes da Laguna/MS.

A ocorrência foi na BR-267, Km 470, na Unidade Operacional da PRF de Guia Lopes da Laguna, quando policiais rodoviários federais abordaram o veículo, conduzido por um indivíduo de 18 anos na companhia de outro sem identidade. Em resposta aos policiais os dois acabaram confessando a participação no roubo do veículo e que levariam ao Paraguai, na cidade de Bella Vista Norte, fronteira com Bela Vista/MS.

Os criminosos foram encaminhados com o veículo roubado à Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna, onde foram autuados pelo roubo qualificado.

Entenda o caso - Um arquiteto de 31 anos, teria dado carona a duas mulheres no Centro de Campo Grande e acabou sendo sequestrado por três homens, levado para um cativeiro após ser amarrado com um casaco. Por volta de 4h de hoje o arquiteto foi solto e conseguiu pedir ajuda em um frigorífico da capital e socorrido por uma equipe do 10º Batalhão da Polícia Militar, sendo encontrado bastante debilitado, com vários hematomas pelo corpo e intoxicado por alguma substância “sonífera”.

Após o registro da ocorrência no Depac Piratininga, em Campo Grande, o veículo ainda não havia sido encontrado, mas já mencionava-se a possibilidade de que seria levado para a fronteira com o Paraguai. A prisão pela PRF dos dois envolvidos que levavam a caminhonete para o Paraguai dará para a Polícia Civil elementos de investigação para possível prisão da quadrilha.

(As informações são da assessoria da PRF)

Veja Também