Menu
23 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Acidente de trânsito

Caminhonete fura preferencial e capota

Avô estava com a neta no veículo e conseguiram sair ilesos

7 Out2016Larissa Mendes, especial para o Diário Digital08h22

Na manhã desta sexta-feira, 07, uma caminhonete S-10 e um veículo Hyndai Tucson, bateram no cruzamento da rua São Felix com a rua Tricodino, próximo a Praça do Peixe, em Campo Grande.  Devido ao forte impacto a caminhonete capotou e a Tucson ficou com para-choque destruído. Ninguém se feriu. 

Conforme relatos da motorista do Hyndai, uma mulher de 38 anos. Por volta das 8h, ela seguia para o trabalho pela rua Tricodino, que é preferencial. Momento em que foi surpreendida pela S-10 que vinha pela rua São Felix e não respeitou a sinalização de pare, colidindo com o seu veículo. A mulher relatou que ficou em estado de choque e não conseguiu sair do carro até chegar à ajuda de uma mulher, que mora na esquina.  

Dentro da caminhonete havia uma criança de 8 anos e o seu avô, um senhor de 60 anos. Populares ajudaram os dois a sair do carro, sem nenhum ferimento. O idoso estava muito abalado com o acidente e não conseguiu conversar com a imprensa. A criança relatou que estava indo ao banco com o seu avô. 

Todos estavam usando o cinto de segurança, o que impediu de acontecer algo mais grave. Para a motorista do Hyndai, acredita que foi um momento de descuido do senhor. 

A polícia está no local para averiguar as reais causas. 

Veja Também