Menu
16 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Martin Cooper

Camelódromo é alvo de operação policial

Aparelho celulares roubados estavam sendo vendidos nos boxes

21 Mai2019Thays Schneider - Especial para o Diário Digital11h37
(Foto: Luciano Muta)
  • Operação visa a venda irregular de celulares roubados
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

A Polícia Civil juntamente com Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) e Delegacia de Homicídios (Decon) com apoio da Guarda Civil deflagraram a operação Martin Cooper. O objetivo é orientar os comerciantes sobre a venda de aparelhos celulares roubados.

Quatro pontos do camelódromo de Campo Grande foram vistoriados pela polícia, uma pessoa foi presa, pois havia uma mandado em aberto e quatros motocicletas foram apreendidas.

De acordo o departamento policial a operação se deu após muitas denúncias de comercialização de celulares roubados na região. Um levantamento feito pela polícia, mostrou que 90% dos casos de roubo de celulares era seguido de morte.  A maioria das vítimas eram mulheres de 18 a 20 anos 

Um número de celular foi criado pela Derf para as pessoas denunciarem roubos, pessoas foragidas e comercialização irregular.

A segunda etapa da operação é averiguação de notas fiscais de produtos comercializados no Camelódromo, nesse momento não houve objetos apreendidos e apenas orientação dos comerciantes.

O serviço de inteligência da polícia descobriu que grande parte dos aparelhos roubados terminavam com localização na região do camelódromo, desse modo foi iniciado  uma investigação.

Veja Também