Campo Grande •17 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner 1 Governo do estado - Campanha Mudança educação

Valdelice Bonifácio | Terça, 1 de Agosto de 2017 - 13h40Cadastro de pedófilos entra em vigor em 30 diasSanção da lei ocorre em um momento de crimes bárbaros contra crianças no Estado

(Foto: Marco Miatelo)

Dentro de 30 dias, Mato Grosso do Sul passará a contar com o Cadastro Estadual de Pedófilos. A lei 5.038 que cria a lista de criminosos foi sancionada nesta terça-feira, 1 de agosto. A sanção da lei ocorre em um momento de crimes bárbaros contra crianças no Estado, como o assassinato do menino Kauan Andrade dos Santos, 9 anos, em Campo Grande, e do flagra de abuso sexual contra um menino de 11 anos em público, em Três Lagoas.

A norma, de autoria do deputado Coronel David dos Santos (PSC), classifica como pedófilo a pessoa que tenha decisão transitada em julgado em processo de apuração dos delitos contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes e crimes de conotação sexual previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Pela lei, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) terá a responsabilidade de regulamentar a criação, atualização, divulgação e o acesso ao cadastro. O registro será constituído, no mínimo, com as seguintes informações: dados pessoais completos, foto, características físicas, grau de parentesco ou relação entre o cadastrado e a vítima, idade do autor e da vítima, circunstâncias e local do crime, endereço atualizado do pedófilo e ficha criminal.

O parlamentar, autor da lei, é ex-comandante da Polícia Militar no Estado e avalia que um dos principais pontos da lei é que qualquer cidadão poderá ter acesso ao cadastro. A lista poderá ser disponibilizado no site da Sejusp. Porém, será restrita a divulgação relativa à identificação e à foto dos cadastrados, observada a condição de ter tido a condenação transitada em julgado e até a reabilitação penal. Membros da segurança pública e do Poder Judiciário terão disponível o conteúdo integral.

Caso Kauan – O suspeito de estuprar e matar o menino Kauan, Deivid Almeida Lopes, 38 anos, segue preso preventivamente. A polícia ainda procura pelo corpo da vítima. Foram realizadas várias buscas no Rio Anhanduí, mas sem sucesso. Por hora, a polícia tem em mãos um saco plástico com cabelos que podem ser da vítima. Paralelamente, a polícia investiga que se Deivid fez mais vítimas. Outras nove crianças teriam sido abusadas, contudo, estes fatos ainda estão em investigação.

Menino de Três Lagoas – O homem de 66 anos flagrado abusando do menino de 11 anos à luz do dia em Três Lagoas, também está preso. A vítima disse que o crime ocorria há meses e que era obrigado a acariciar os órgãos genitais do agressor. “Ele sempre me obrigava a fazer isso. Muitas vezes, me dizia que iria dar R$ 1. Se eu não fizesse isso, ele me puxava pelo braço e colocava a minha mão nas calças dele”, relatou a criança.

Veja Também
Homem é pego em flagrante transportando maconha
Polícia Militar prende foragido com carro roubado
Homem mantinha aves ilegalmente em cativeiro
Motorista abandona veiculo após causar acidente
Acidente na Avenida Gury Marques deixa dois feridos
Jovem é baleado em conveniência na Capital
Fazendeiro é multado por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
Homem é morto após trocar tiros com a polícia e tentar fugir
Fazendeiro é autuado em R$ 7,5 mil por armazenamento ilegal de madeira
Homem é preso após “preparar” carro com droga
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento