Menu
28 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Polícia

Matou após levar surra

Ciclista mata para não pagar concerto

30 Nov2016Elaine Silva - Especial para Diário Digital10h00
Delegado Dr.Weber Luciano de Medeiros ( FOTO: Luciano Muta )
  • Ciclista mata para não pagar
  • Delegado Dr.Weber Luciano de Medeiros ( FOTO: Luciano Muta )

“Eu ataquei, porque me senti humilhado, ele me espancou".Afirmou de Márcio Duarte de Oliveira 30, preso na cidade de Rio Brilhante/MS  no dia 21,foragido da Capital  desde 20 de  Março, sob a acusação de ter assassinado Cleberson Fernandes Pinheiro 32,em uma briga de trânsito no bairro Nova Lima.

Segundo o Delegado de Polícia Werber Luciano de Medeiros, responsável pelas investigações, Márcio teria ingerido bebida alcoólica e, quando saiu de bicicleta  para buscar um encomenda com um amigo, no trajeto teria "arranhado" o carro de Cleberson, onde pediu  R$ 30,00, mas Márcio não tinha o dinheiro, assim os dois discutiram.

Em determinado momento ele sai vai até sua casa pegar uma faca e retornou ao local onde se desentendeu mais uma vez e Cleberson por desferir  um golpe no abdômen, fugindo logo em seguida,para cidade de Nova Alvorada/MS,onde ficou durante nove meses usando o nome Daniel Soares de Oliveira, e trabalhando em uma carvoaria.

Logo em seguida Márcio se mudou para a cidade de Rio Brilhante/MS,onde foi localizado trabalhando em uma ensacadora de carvão com o nome falso.Márcio assumiu o crime sendo  preso e conduzido para 2ª Delegacia de Polícia da Capital,sendo indiciado por homicídio doloso qualificado,sendo encaminhado para a unidade penitenciária da Capital.    

Veja Também